Boatismo.

About
Nightclubbing Neon Bible

***

Um estudo sócio-cultural sobre a vida noturna, sua incrível fauna e seus fascinantes hábitos.

***

contato@boatismo.com
facebook.com/boatismo
@boatismo
BOATISMO DE PÁSCOA, QUE TRAZES PRA MIM?
Uma boate, dois perrengues e uma ressaca sem fim! Hahahaha… perdoai nosso bom-humor, audiência linda. É que é feriado, o Sol tá por aqui e a gente tá mesmo animado pra romaria boatista que começa logo menos. Ainda não decidiu o destino das suas noites? Junte-se na nossa procissão que o sagrado boatismo começa agora!

QUINTA-FEIRA

AVAV @ Epicentro Cultural
É audio visual, é ao vivo, é brasileiríssimo, é modernetch, é certeza de date pra mostrar que você não é só pra se jogar. Performances, música e muito mais. Vamos variar, né mesmo?

*

Quinta no Sobrado @ Funhouse
Lembra da Funhouse? Pois é, nem a gente…

*

Megazord @ Inferno Club
A festa 90s tem sido elogiada por alguns de nossos observadores e pelo que a gente pôde perceber, facebook eles sabem fazer. A gente acredita no potencial, mas o tema Choc-Chocolate foi um deal breaker aqui. Pessoal, 90s é muito mais do que isso. Vocês também. Vamos deixar nossa visita pra próxima. Você que não se importa, pode se jogar hoje sem medo no xuxuxu-xaxaxá.

*

Bloco Anti-Acadêmicos do Baixo Pinheiros @ Nossacasa
O Carnaval nunca vai acabar e hoje ele abre as comemorações santas da Nossacasa. Ritmos variado em clima de marchinha e ainda tem participação de Silvetty e Grace Gianoukas fazendo a Cinderela… como sempre.

*

Ultralions Pop-up @ Ballroom
A festa dos boys pomposos acontece em edição extra na Ballroom, templo coxa nos Jardins. Não esqueça de conferir seu look antes de aparecer por lá, hein?

*

Savannah @ Club Yacht
Festinha que a gente ama, se joga e recomenda. Não tem erro, só tem alegria. Hits do cancioneiro popular global no melhor esquema casamento sem noiva (e tio bêbado). Venha com tudo.

*

Pilantragi @ Mundo Pensante
Ótima oportunidade para sair do básico e se jogar com gosto no Bixiga, a Pilantragi atrai gente querida, elegante e sem medo de ser feliz. Seja uma delas hoje a noite.

SEXTA-FEIRA

Volt @ Volt
As noites no bar mais querido e iluminado de São Paulo são sempre uma boa escolha pra tomar um drink antes da esbórnia. As vezes nossa noite começa e termina aqui, tudo depende do poder dos queridos na picape. A gente confia no Arrigo e espera que ele honre nossos ouvidos.

*

Club Secreto @ Bar Secreto
Pro Secreto entrar na lista é que a aposta tem que ser bastante certa. Hoje é um dos casos. Supere o deslumbre da casa mais mais de São Paulo, ignore o público desenxabido que o infesta e foque na música. Ela será garantida por uma lista de talentos inquestionáveis no quesito pistabilidade.

*

Selvagem @ 1 ½ 
A festa é sucesso, o público idem e não há motivos pra ficar de fora. Chegue cedo e vá embora tarde pra poder aproveitar cada minuto da noite que é sempre causa ganha. Convencer seus amigos vai ser fácil dessa vez.

*

Lux Especial @ Club Yacht
Os novinho tudo aproveitam que a festa de quarta ganha dobradinha na semana pra se jogar no barquinho ao som do pop de sempre e que anima qualquer um. 

*

Wonka Party @ Anexo B
A festa é carioca e aporta na cidade no clube que ainda está em obras (ou assim parece). De quebra, convida o pessoal da A$$ pra completar o terolero e colocar o povo pra dançar sem ver a quem. Nada imperdível, mas se você quer ter um gostinho de como os cariocas se divertem, é a hora.

*

Vrá @ Templo Club
Sei lá. A ideia é a mesma de toda festa pop genérica que rola aos baldes na cidade. Pelo menos eles não ~glorificam~ a casa falida e assumem o local como ele é hoje (e não apoiam o carão). De qualquer modo, o espaço ainda é o mesmo e a gente acha que deveria rolar um descarrego antes. Vá se você for amigo dos donos ou se o Yacht estiver lotado. É ali do lado, mesmo.

SÁBADO

Nêga @ Anexo B
Uma das nossas festas favoritas num espaço not so much. De qualquer modo, Rafa Maia é sucesso em 3 estados e a festa costuma levar muita gente à loucura. Seja uma delas neste sábado, yo.

*

Tô Q Tô @ Lions Nightclub
Brasilidades por quem entende do negócio. O lance aqui é de verdade e não tem porquê ficar de fora. A gente ama cada momento da festa e acha que você deveria também.

*

A Hora da Hora @ Casa Nam
Evento do jeito que a gente gosta: expô, moda e música, juntos. Todo mundo sabe que essa tríade costuma atrair gente bacana e quando o pilar sonoro fica por conta da Metanol FM, aí que ninguém duvida mesmo.

DOMINGO

Superafter @ D-Edge
Um tapa na cara da sociedade cristã, comece (ou termine) sua jogação forte na Barra Funda. A gente vai reservar um momentinho da oração de Páscoa para vocês.

*

Metanol na Rua @ ?
Akin e companhia levam o som pra fora e a gente vai junto. Já mandou o almoço? Já se entupiu de chocolate? Então é hora de encontrar os amigs, confirmar o endereço (que só sai domingo) e aproveitar que amanhã ainda tem!

*

Surububa @ Anexo B
A festa é carioca e se o pessoal daqui se jogar me-ta-de do pessoal da guanabara, olha… a gente nem sabe o que dizer. Arrasa, gent.

SEGUNDA-FEIRA

Invasão Baiana @ Vale do Anhangabaú
Não fique o feriado em casa! Várias bandas trazem sua baianidade pra selva de pedra e o gingado vai ser babado. Venha sem expectativas e surpreenda-se.

BOATISMO DE PÁSCOA, QUE TRAZES PRA MIM?

Uma boate, dois perrengues e uma ressaca sem fim! Hahahaha… perdoai nosso bom-humor, audiência linda. É que é feriado, o Sol tá por aqui e a gente tá mesmo animado pra romaria boatista que começa logo menos. Ainda não decidiu o destino das suas noites? Junte-se na nossa procissão que o sagrado boatismo começa agora!



QUINTA-FEIRA


AVAV @ Epicentro Cultural

É audio visual, é ao vivo, é brasileiríssimo, é modernetch, é certeza de date pra mostrar que você não é só pra se jogar. Performances, música e muito mais. Vamos variar, né mesmo?


*


Quinta no Sobrado @ Funhouse

Lembra da Funhouse? Pois é, nem a gente…


*


Megazord @ Inferno Club

A festa 90s tem sido elogiada por alguns de nossos observadores e pelo que a gente pôde perceber, facebook eles sabem fazer. A gente acredita no potencial, mas o tema Choc-Chocolate foi um deal breaker aqui. Pessoal, 90s é muito mais do que isso. Vocês também. Vamos deixar nossa visita pra próxima. Você que não se importa, pode se jogar hoje sem medo no xuxuxu-xaxaxá.


*


Bloco Anti-Acadêmicos do Baixo Pinheiros @ Nossacasa

O Carnaval nunca vai acabar e hoje ele abre as comemorações santas da Nossacasa. Ritmos variado em clima de marchinha e ainda tem participação de Silvetty e Grace Gianoukas fazendo a Cinderela… como sempre.


*


Ultralions Pop-up @ Ballroom

A festa dos boys pomposos acontece em edição extra na Ballroom, templo coxa nos Jardins. Não esqueça de conferir seu look antes de aparecer por lá, hein?


*


Savannah @ Club Yacht

Festinha que a gente ama, se joga e recomenda. Não tem erro, só tem alegria. Hits do cancioneiro popular global no melhor esquema casamento sem noiva (e tio bêbado). Venha com tudo.


*


Pilantragi @ Mundo Pensante

Ótima oportunidade para sair do básico e se jogar com gosto no Bixiga, a Pilantragi atrai gente querida, elegante e sem medo de ser feliz. Seja uma delas hoje a noite.



SEXTA-FEIRA


Volt @ Volt

As noites no bar mais querido e iluminado de São Paulo são sempre uma boa escolha pra tomar um drink antes da esbórnia. As vezes nossa noite começa e termina aqui, tudo depende do poder dos queridos na picape. A gente confia no Arrigo e espera que ele honre nossos ouvidos.


*


Club Secreto @ Bar Secreto

Pro Secreto entrar na lista é que a aposta tem que ser bastante certa. Hoje é um dos casos. Supere o deslumbre da casa mais mais de São Paulo, ignore o público desenxabido que o infesta e foque na música. Ela será garantida por uma lista de talentos inquestionáveis no quesito pistabilidade.


*


Selvagem @ 1 ½

A festa é sucesso, o público idem e não há motivos pra ficar de fora. Chegue cedo e vá embora tarde pra poder aproveitar cada minuto da noite que é sempre causa ganha. Convencer seus amigos vai ser fácil dessa vez.


*


Lux Especial @ Club Yacht

Os novinho tudo aproveitam que a festa de quarta ganha dobradinha na semana pra se jogar no barquinho ao som do pop de sempre e que anima qualquer um.


*


Wonka Party @ Anexo B

A festa é carioca e aporta na cidade no clube que ainda está em obras (ou assim parece). De quebra, convida o pessoal da A$$ pra completar o terolero e colocar o povo pra dançar sem ver a quem. Nada imperdível, mas se você quer ter um gostinho de como os cariocas se divertem, é a hora.


*


Vrá @ Templo Club

Sei lá. A ideia é a mesma de toda festa pop genérica que rola aos baldes na cidade. Pelo menos eles não ~glorificam~ a casa falida e assumem o local como ele é hoje (e não apoiam o carão). De qualquer modo, o espaço ainda é o mesmo e a gente acha que deveria rolar um descarrego antes. Vá se você for amigo dos donos ou se o Yacht estiver lotado. É ali do lado, mesmo.


SÁBADO


Nêga @ Anexo B

Uma das nossas festas favoritas num espaço not so much. De qualquer modo, Rafa Maia é sucesso em 3 estados e a festa costuma levar muita gente à loucura. Seja uma delas neste sábado, yo.


*


Tô Q Tô @ Lions Nightclub

Brasilidades por quem entende do negócio. O lance aqui é de verdade e não tem porquê ficar de fora. A gente ama cada momento da festa e acha que você deveria também.


*


A Hora da Hora @ Casa Nam

Evento do jeito que a gente gosta: expô, moda e música, juntos. Todo mundo sabe que essa tríade costuma atrair gente bacana e quando o pilar sonoro fica por conta da Metanol FM, aí que ninguém duvida mesmo.


DOMINGO


Superafter @ D-Edge

Um tapa na cara da sociedade cristã, comece (ou termine) sua jogação forte na Barra Funda. A gente vai reservar um momentinho da oração de Páscoa para vocês.


*


Metanol na Rua @ ?

Akin e companhia levam o som pra fora e a gente vai junto. Já mandou o almoço? Já se entupiu de chocolate? Então é hora de encontrar os amigs, confirmar o endereço (que só sai domingo) e aproveitar que amanhã ainda tem!


*


Surububa @ Anexo B

A festa é carioca e se o pessoal daqui se jogar me-ta-de do pessoal da guanabara, olha… a gente nem sabe o que dizer. Arrasa, gent.



SEGUNDA-FEIRA


Invasão Baiana @ Vale do Anhangabaú

Não fique o feriado em casa! Várias bandas trazem sua baianidade pra selva de pedra e o gingado vai ser babado. Venha sem expectativas e surpreenda-se.


| 1 note
DISK-BAFON

Semana mais curta significa o que? Significa Disk-Bafon adiantado! Pega na extensão e vem com a gente!


Ei lindos! Vira e mexe eu volto aqui e sempre me divirto, e me informo. Parabéns pra vocês! Bem, meu bafon é sobre a festa Megazord. Fui nas duas primeiras edições e ainda tô pensando se vou na terceira (que rola dia 17/4 - quinta) porque, pra uma festa que se propõe a ser ~anos 90~, ficar ouvindo axé, xuxa, spice girls, pagode (mesmo que todos da década proposta) não é para os fracos…É PRA QUEM TEM ESTÔMAGO E MUITA CORAGEM! Apenas acho que os anos 90 são bem mais interessantes do que isso. Bj


Oi lindeza… a gente te entende e assina embaixo. A década de 90 tem várias vertentes, caminhos, camadas e o que não falta é oportunidade. A gente ainda não se jogou na Megazord e concordamos que tá complicado superar o tema Choc-Chocolate. A gente aposta no pessoal da festa e acha que tá tudo muito bem feitinho. Falta saber se esse capricho se estende na pista e até quando o público topa pagar pra ouvir isso. Por outro lado a Trash 80’s taí, completando 10 anos, firme e forte. Se essa é a ideia da Megazord (e a gente não vai julgar - ainda), you go girls! 

* 


Eu ficaria feliz de entender esse idioma que vocês falam. So last decade!

Ah, fofinhx… jura que você vai gongar a nossa literatura? E ainda usando “so last decade” que é sooooo five minutes ago? Poupe-nos. E vai estudar, né? Analfabetismo é um problema sério no Brasil e, pra isso, a gente chama o Pelé. Som na caixa, galera:

DISK-BAFON


Semana mais curta significa o que? Significa Disk-Bafon adiantado! Pega na extensão e vem com a gente!


Ei lindos! Vira e mexe eu volto aqui e sempre me divirto, e me informo. Parabéns pra vocês! Bem, meu bafon é sobre a festa Megazord. Fui nas duas primeiras edições e ainda tô pensando se vou na terceira (que rola dia 17/4 - quinta) porque, pra uma festa que se propõe a ser ~anos 90~, ficar ouvindo axé, xuxa, spice girls, pagode (mesmo que todos da década proposta) não é para os fracos…É PRA QUEM TEM ESTÔMAGO E MUITA CORAGEM! Apenas acho que os anos 90 são bem mais interessantes do que isso. Bj

Oi lindeza… a gente te entende e assina embaixo. A década de 90 tem várias vertentes, caminhos, camadas e o que não falta é oportunidade. A gente ainda não se jogou na Megazord e concordamos que tá complicado superar o tema Choc-Chocolate. A gente aposta no pessoal da festa e acha que tá tudo muito bem feitinho. Falta saber se esse capricho se estende na pista e até quando o público topa pagar pra ouvir isso. Por outro lado a Trash 80’s taí, completando 10 anos, firme e forte. Se essa é a ideia da Megazord (e a gente não vai julgar - ainda), you go girls!


*


Eu ficaria feliz de entender esse idioma que vocês falam. So last decade!

Ah, fofinhx… jura que você vai gongar a nossa literatura? E ainda usando “so last decade” que é sooooo five minutes ago? Poupe-nos. E vai estudar, né? Analfabetismo é um problema sério no Brasil e, pra isso, a gente chama o Pelé. Som na caixa, galera:

(Source: bunnyhepburn, via bunnyhepburn)

| 720 notes
GIRO DO FINDE
De déu em déu, a equipe Boatismo vagou pela cidade de São Paulo procurando o feu de joie perfeito. Ainda estamos, na verdade. Susan Miller disse que abril seria osso e ela não tava de brinks.
Na SEXTA-FEIRA uma parte da caravana seguiu em direção do centro gentrificado da cidade, no também conhecido, ora amado ora temido Trackers para a Colab 011. Com atração internacional e tudo mais a que tinha direito, a festa que podia ser bacana fica mais uma vez na tentativa de delícia e a gente pode culpar sem medo, uma vez mais, a estrutura precária do local. Mas não somente ela, não é mesmo, pessoal? Segurar a fila na porta até as 01h30 só pra cobrar 10 mangos a mais na entrada além de baixo astral é de uma burrice tremenda. O tempo que a gente ficou parado na rua (super segura, aliás) teria sido muito mais bem gasto no bar da casa, que nem tava tão cheia… até certo momento. Depois das 02h00, abarrotado, tentar assistir a apresentação foi missão impossível nos (nada) cômodos espaços também chamado de pista. A sensação de sempre na Trackers é o que a gente chama de Perrengue Temático, onde você paga pela experiência de ser mal tratado. E nisso a casa é imbatível.
Não muito longe de lá, no precário Anexo B (que a gente nunca entende se as obras ali já terminaram ou não), as expectativas por uma festa de hinos e pops memoráveis  que a Elefante criou, desabou, pedaço a pedaço, música por música, momento por momento desperdiçado por pretensos DJs que, aparentemente, desconhecem o significado de “hino”. Enquanto Lex tentou - e, em partes conseguiu - engatar um ou outro hit que numa festa especial deveriam ter sido guardadas para uma pista mais animada (Freedom90’s com a pista ainda morna é de cortar o coração) este foi algum dos poucos momentos em que a proposta da festa foi cumprida. A 01h00 da manhã o balancê foi ladeira abaixo. Leandro, a gente super botava fé em você, fofo. Mas mandar uma sequência Demi Lovato, David Guetta e Miley Cyrus numa tacada só foi a tríade da bola fora. Convém se informar e tentar ampliar um pouco mais a sapiência musical se o futuro nas picapes lhe interessar. Caso contrário, tá certinho, pode continuar na mediocridade pop das 7 melhores da Jovem Pan. E, no melhor estilo desgraça pouca é bobagem, Alfaya decidiu foder o bendenguê mandando um Br’oz, assim, de cara. Numa festa de hinos. A gente não sabe vocês, audiência linda, mas Br’oz aqui nunca foi engraçado ou irônico. E muito menos hino. Sempre foi música ruim mesmo, lixo pop criado no SBT. E hoje, é quase a piada do pavê na pista. Só o seu tio babaca ainda faz. Mais do que isso, esse é o tipo de atitude que mostra a quantas anda o nível dos apertadores de play (atrasado) na cidade e o desrespeito com quem monta o look, sai de casa, pega o taxi, paga (caro) o drink e gasta o tempo e a noite pra ser atacado com vulgaridade musical de pseudo-celebridade da noite. Não amiguinhos, esse tempo acabou. E enquanto a gente estiver aqui, qualquer pessoa que quiser fazer o engraçadão ao invés de ser profissional comandando o som será eternamente lembrado como merece: como piada. Fica a lição à Elefante: mais critério, menos amizade na hora do line-up. E briefing desenhado porque, pelo visto, a gente entendeu melhor do que o pessoal lá.
A noite ainda nos reservava uma passadjenha de leve no U-Bahn, onde estreamos a modalidade “fechar a festa”: você chega as quatro da manhã, encontra todo mundo num nível que nem em Cali você conseguiria alcançar e entende que é hora de ir pra casa. Pode ter sido só a noite (Susan Miller falou, Susan Miller avisou…) mas o que deu pra sacar é que o povo órfão do Ecléticus encontrou nova morada. E não é em Berlim.
O SÁBADO veio mais ameno e com a missão de acalmar nossos ânimos traumatizados com tanta chochice noturna. Abastecemos o estômago e a alma na novidade pinheirense, o Noname Boteco. Dos mesmos donos do Butcher’s Market e do Fisherman’s Table (o que garante um cardápio lariquento dos mais babados), o bar no melhor estilo “parede podre cool” é só amor. Além de um carinho nas paredes vazias, a gente só sentiu falta de uma musiquinha mais animada pra poder o eleger o bar da temporada.
A chuva encharcou nos planos de circuitar pelo Neu e, esperto que somos, aproveitamos a abertura do MIS em horário boatista para apreciar sem empurra-empurra da patuléia a exposição David Bowie as 02h00 da madrugada. Taí alguém que sabe o que é referência e que nunca se contentou com o lugar comum (e que jamais tocaria Br’oz numa festa). Boatismo vira Boartismo nessas horas e só faltou o drink pra completar a noite em que a jogação cedeu lugar para a arte. As vezes ela é mais do que uma oportunidade: ela é necessária.

GIRO DO FINDE

De déu em déu, a equipe Boatismo vagou pela cidade de São Paulo procurando o feu de joie perfeito. Ainda estamos, na verdade. Susan Miller disse que abril seria osso e ela não tava de brinks.

Na SEXTA-FEIRA uma parte da caravana seguiu em direção do centro gentrificado da cidade, no também conhecido, ora amado ora temido Trackers para a Colab 011. Com atração internacional e tudo mais a que tinha direito, a festa que podia ser bacana fica mais uma vez na tentativa de delícia e a gente pode culpar sem medo, uma vez mais, a estrutura precária do local. Mas não somente ela, não é mesmo, pessoal? Segurar a fila na porta até as 01h30 só pra cobrar 10 mangos a mais na entrada além de baixo astral é de uma burrice tremenda. O tempo que a gente ficou parado na rua (super segura, aliás) teria sido muito mais bem gasto no bar da casa, que nem tava tão cheia… até certo momento. Depois das 02h00, abarrotado, tentar assistir a apresentação foi missão impossível nos (nada) cômodos espaços também chamado de pista. A sensação de sempre na Trackers é o que a gente chama de Perrengue Temático, onde você paga pela experiência de ser mal tratado. E nisso a casa é imbatível.

Não muito longe de lá, no precário Anexo B (que a gente nunca entende se as obras ali já terminaram ou não), as expectativas por uma festa de hinos e pops memoráveis  que a Elefante criou, desabou, pedaço a pedaço, música por música, momento por momento desperdiçado por pretensos DJs que, aparentemente, desconhecem o significado de “hino”. Enquanto Lex tentou - e, em partes conseguiu - engatar um ou outro hit que numa festa especial deveriam ter sido guardadas para uma pista mais animada (Freedom90’s com a pista ainda morna é de cortar o coração) este foi algum dos poucos momentos em que a proposta da festa foi cumprida. A 01h00 da manhã o balancê foi ladeira abaixo. Leandro, a gente super botava fé em você, fofo. Mas mandar uma sequência Demi Lovato, David Guetta e Miley Cyrus numa tacada só foi a tríade da bola fora. Convém se informar e tentar ampliar um pouco mais a sapiência musical se o futuro nas picapes lhe interessar. Caso contrário, tá certinho, pode continuar na mediocridade pop das 7 melhores da Jovem Pan. E, no melhor estilo desgraça pouca é bobagem, Alfaya decidiu foder o bendenguê mandando um Br’oz, assim, de cara. Numa festa de hinos. A gente não sabe vocês, audiência linda, mas Br’oz aqui nunca foi engraçado ou irônico. E muito menos hino. Sempre foi música ruim mesmo, lixo pop criado no SBT. E hoje, é quase a piada do pavê na pista. Só o seu tio babaca ainda faz. Mais do que isso, esse é o tipo de atitude que mostra a quantas anda o nível dos apertadores de play (atrasado) na cidade e o desrespeito com quem monta o look, sai de casa, pega o taxi, paga (caro) o drink e gasta o tempo e a noite pra ser atacado com vulgaridade musical de pseudo-celebridade da noite. Não amiguinhos, esse tempo acabou. E enquanto a gente estiver aqui, qualquer pessoa que quiser fazer o engraçadão ao invés de ser profissional comandando o som será eternamente lembrado como merece: como piada. Fica a lição à Elefante: mais critério, menos amizade na hora do line-up. E briefing desenhado porque, pelo visto, a gente entendeu melhor do que o pessoal lá.

A noite ainda nos reservava uma passadjenha de leve no U-Bahn, onde estreamos a modalidade “fechar a festa”: você chega as quatro da manhã, encontra todo mundo num nível que nem em Cali você conseguiria alcançar e entende que é hora de ir pra casa. Pode ter sido só a noite (Susan Miller falou, Susan Miller avisou…) mas o que deu pra sacar é que o povo órfão do Ecléticus encontrou nova morada. E não é em Berlim.

O SÁBADO veio mais ameno e com a missão de acalmar nossos ânimos traumatizados com tanta chochice noturna. Abastecemos o estômago e a alma na novidade pinheirense, o Noname Boteco. Dos mesmos donos do Butcher’s Market e do Fisherman’s Table (o que garante um cardápio lariquento dos mais babados), o bar no melhor estilo “parede podre cool” é só amor. Além de um carinho nas paredes vazias, a gente só sentiu falta de uma musiquinha mais animada pra poder o eleger o bar da temporada.

A chuva encharcou nos planos de circuitar pelo Neu e, esperto que somos, aproveitamos a abertura do MIS em horário boatista para apreciar sem empurra-empurra da patuléia a exposição David Bowie as 02h00 da madrugada. Taí alguém que sabe o que é referência e que nunca se contentou com o lugar comum (e que jamais tocaria Br’oz numa festa). Boatismo vira Boartismo nessas horas e só faltou o drink pra completar a noite em que a jogação cedeu lugar para a arte. As vezes ela é mais do que uma oportunidade: ela é necessária.

(Source: therichandmighty, via bunnyhepburn)

| 4,757 notes

JÁ É SEGUNDA-FEIRA DE NOVO?!

Ahhhhhh… fica mais um pouco, amor! 

Não importa como tenha sido seu finde, amigs. Essa segunda vai descer engasgando pra todo mundo. Mas nada tema. Música é o antídoto e aqui todo mundo sai ganhando.

Semana curta, astral em dobro. Guenta firme, amizadch! 

<3

ABRA SUAS ASAS!
Chega o momento mais brasa da semana, rapeize! Aquele em que a gente deixa o mimimi de lado e cai na gandaia com louvor!
O finde se aproxima, amigs, as feras serão soltas e a festa tá armada. Dance bem, dance mal, o importante é dançar sem parar. Aqui vale tudo, desde que com um sorriso no rosto, livre, leve e solto!
Prepare as polainas e entre nessa festa!

SEXTA-FEIRA

SP Honesta @ Bar dos Menines
Se a semana foi dureza e tudo o que você quer é um drink sussinha com os amigues antes de cair na cama (ou na pista), a SP Honesta te convida pra comemorar um ano de vida do fuá (o tempo voa, gents). Se liga: o drink especial da casa chama “Tiro de Raspão”, então dá pra imaginar o que te espera, neam?

*

Rick Astley @ HSBC
Sério genteeeee… a gente aqui pirou de ver o show com VINTE ANOS DE ATRASO rolando e ninguém falando nada. A gente quer ir cantar “Never gonna give you up” quantas vezes for possível.

*

Elefante @ Anexo B
Festinha nova que tem Rafa Maia (Nêga) no comando. A gente confia sem medo no talento do rapaz que lota pistas em três estados (tipo um War da Noite, saca?). A proposta pode parecer genérica (hinos atemporais) mas a gente confia que aqui ela possa ser aplicada de forma diferente do que se vê por aí. Referência, pessoas, re-fe-rên-cia. Temos certeza que a memória dos DJs é boa e o passado e o pop (que tem mais de 50 anos) vá ser revisitado direitinho. Estaremos na pista esperando que nossa memória afetiva seja lambuzada de canções de outrora.

*

Cryptorave @ Centro Cultural São Paulo
Hoje e amanhã o CCSP recebe o evento que celebra, entre outras coisas, nosso direito de entrar no XVideos sem ter medo do Obama saber ou de falar mal das pessoas no facebook sem que o Zuka fique bisbilhotando. Privacidadch, pessoas. A gente gosta. Entre palestras, debates, oficinas de demonstrações de hacking e outras nerdices que a gente adora, rola um bom guéri-guéri no topo no local com gente bacanuda nas picapes. Saiba mais pelo site que tá respect!

*

Parafílica - Caça aos Ovos @ Lumis Club


*

Monster @ Hotel Cambridge
A festinha já ganhou o pessoal aqui citando Susan Miller no convite, mas o que segura mesmo é o line-up cheio de nomes queridos e que já proporcionaram momentos fechativos em nossas noites dançantes. Quem não lembra da festa do fim do mundo ali mesmo no Hotel? Confie em nossos instinstos jogativos e transe uma festa babadeira!

*

Übergang @ U-Bahn
Parte do nosso staff confia e aprova, outra parte nem conseguiu adentrar na última tentativa. A gente insiste por que ainda não é unanimidade e, mesmo cheia, tem o clima inferninho que a gente tanto gosta. A noite promete ser longa e pode ser que, em algum momento, a gente se bandeie pra cá. Seja herói, seja explorador e vem com a gente.

*


Venga Venga @ Mundo Pensante
O bom e velho ciganismo exótico hipnotizantch, cheio de ginga, malemolente e que não tem hora pra acabar. Muito balkan pra você e pra toda a sociedade alternativa paulistana.

SÁBADO

Otto Garimpo Gourmet @ Otto Bistrot
Amamos o espaço na Pedro Taques que vira e mexe se transforma em bazar com achados e drinks. A gente acha que falta um lineup musical mas de qualquer forma vale a visita. Começa as 13h00!

*

Prototype Festival @ Praça do Vitão
Trocar, compartilhar, experimentar. Esta é a proposta do PROTOTYPE. A gente curte esse hippisse, desde que todo mundo tome banho, ok? Brinks amigs, amamos um dorme sujo. Enfim, a festa da sustentabilidade na arte (que NÃO significa escultura com pote de danone) acontece hoje e amanhã e, mesmo que você não esteja nem aí pra tudo isso, pode curtir um line-up bacaníssimo com Barulho.org e o pessoal do Buraco da Minhoca hoje. Amanhã tem mais!

*

Voodoohop @ Teat(r)o Oficina
Não aceite imitações! O experimentalismo de raiz, a ocupação original, o bom e venho exotismo das misturas culturais comandada pelo clã Voodoo acontece e você que sabia disso tudo antes de todo mundo não vai deixar passar.

*

Ney Matogrosso @ Teatro Bradesco
Lembra que a gente sempre diz que vocês precisam sair um pouco da pista e absorver mais cultura? Taí a chance! O mestre vem como sempre cheio de talento no show Atento aos Sinais. Imperdível.

*

Tom Zé @ Centro Cultural São Paulo
Dobradinha cultural: esgotou o Ney? Corre pra Rua Vergueiro que show do Tom é sempre uma festa a parte. E todo mundo precisa de uma dose de Tom Zé… sempre!

*

Patuá @ Cosmorama 
O convite vem por meios garantidos e por isso a gente sabe que vai ser babado e confusão daquelas que a gente ama. Cerveja de garrafa é sempre um argumento positivo e festinha  que toma a rua (em Pinheiros) só melhora as condições. O sábado pede algo do tipo e a gente tá mais do que animado.

*

Clan.decestina @ Playground
A festa causou alvoroço no nosso grupo no feyce (ainda não faz parte? cola lá!) já que, entre uma novidade e outra, promete resgatar o clima do falecido Vegas no que hoje é o incógnito Playground. O mindfuck impera, seja na ideia de um clube supostamente de sexo (mas nem tanto) tentar resgatar o clima de uma das boates que nosso staff mais amou/frequentou/perdeu a dignidade e mesmo assim manter a novidade. Entre uma confusão e outra, a gente ainda tem medo, afinal, por mais vorazes que fossem as Strip Pokers, as Rockafellas, as Neverlands, o rendez vous a gente levava pra casa. Muitas dúvidas, que não são solucionadas pelo convite/flyer. No final, a gente ainda não decidiu se dá uma chance ou não. Agora você, cuioso/fogo no cu, arrase!

*

Boombox @ Neu
O quintal mais amado e uma das festas mais bacanas jamais ficariam de fora das nossas apostas. Agora se liguem: não sejam como o ser do Disk-Bafon e esperem a festa LOTAR. Mesmo com quórum reduzido, a Boombox é um desbunde musical. Venha se divertir, mesmo com poucos.

DOMINGO

Take #1 @ Varanda do Lions
Festa do pesoal de cinema da FAAP = Open Bar de Leite com Pêra (e isso não é um gongo, ok?). Quem foi aprovou a mistura, o som e o clima Hamptons. Abuse do óculos escuros, da boa pele, da elegânca e seja feliz.

*

Prototype Festival @ Praça do Vitão
A festa nunca vai acabar e hoje ela nos leva à Praça do Vitão (esqueça o Civita) pra prestigial o pessoal da MetanolFM. Venha, seja sustentável, seja herói!

*

De Puta a Madre @ Que Tal Hostel
As meninas se reúnem numa casa charmosa na Vila Mariana pra ouvir música das boas e curtir o fim do fim de semana com estilo. As opções pra elas sempre são escassas e a gente fica mais do que feliz de divulgar quando tem coisa bacana! You go, girl! &lt;3
 

ABRA SUAS ASAS!

Chega o momento mais brasa da semana, rapeize! Aquele em que a gente deixa o mimimi de lado e cai na gandaia com louvor!

O finde se aproxima, amigs, as feras serão soltas e a festa tá armada. Dance bem, dance mal, o importante é dançar sem parar. Aqui vale tudo, desde que com um sorriso no rosto, livre, leve e solto!

Prepare as polainas e entre nessa festa!


SEXTA-FEIRA


SP Honesta @ Bar dos Menines

Se a semana foi dureza e tudo o que você quer é um drink sussinha com os amigues antes de cair na cama (ou na pista), a SP Honesta te convida pra comemorar um ano de vida do fuá (o tempo voa, gents). Se liga: o drink especial da casa chama “Tiro de Raspão”, então dá pra imaginar o que te espera, neam?


*


Rick Astley @ HSBC

Sério genteeeee… a gente aqui pirou de ver o show com VINTE ANOS DE ATRASO rolando e ninguém falando nada. A gente quer ir cantar “Never gonna give you up” quantas vezes for possível.


*


Elefante @ Anexo B

Festinha nova que tem Rafa Maia (Nêga) no comando. A gente confia sem medo no talento do rapaz que lota pistas em três estados (tipo um War da Noite, saca?). A proposta pode parecer genérica (hinos atemporais) mas a gente confia que aqui ela possa ser aplicada de forma diferente do que se vê por aí. Referência, pessoas, re-fe-rên-cia. Temos certeza que a memória dos DJs é boa e o passado e o pop (que tem mais de 50 anos) vá ser revisitado direitinho. Estaremos na pista esperando que nossa memória afetiva seja lambuzada de canções de outrora.


*


Cryptorave @ Centro Cultural São Paulo

Hoje e amanhã o CCSP recebe o evento que celebra, entre outras coisas, nosso direito de entrar no XVideos sem ter medo do Obama saber ou de falar mal das pessoas no facebook sem que o Zuka fique bisbilhotando. Privacidadch, pessoas. A gente gosta. Entre palestras, debates, oficinas de demonstrações de hacking e outras nerdices que a gente adora, rola um bom guéri-guéri no topo no local com gente bacanuda nas picapes. Saiba mais pelo site que tá respect!


*


Parafílica - Caça aos Ovos @ Lumis Club


*


Monster @ Hotel Cambridge

A festinha já ganhou o pessoal aqui citando Susan Miller no convite, mas o que segura mesmo é o line-up cheio de nomes queridos e que já proporcionaram momentos fechativos em nossas noites dançantes. Quem não lembra da festa do fim do mundo ali mesmo no Hotel? Confie em nossos instinstos jogativos e transe uma festa babadeira!


*


Übergang @ U-Bahn

Parte do nosso staff confia e aprova, outra parte nem conseguiu adentrar na última tentativa. A gente insiste por que ainda não é unanimidade e, mesmo cheia, tem o clima inferninho que a gente tanto gosta. A noite promete ser longa e pode ser que, em algum momento, a gente se bandeie pra cá. Seja herói, seja explorador e vem com a gente.


*

Venga Venga @ Mundo Pensante

O bom e velho ciganismo exótico hipnotizantch, cheio de ginga, malemolente e que não tem hora pra acabar. Muito balkan pra você e pra toda a sociedade alternativa paulistana.


SÁBADO


Otto Garimpo Gourmet @ Otto Bistrot

Amamos o espaço na Pedro Taques que vira e mexe se transforma em bazar com achados e drinks. A gente acha que falta um lineup musical mas de qualquer forma vale a visita. Começa as 13h00!


*


Prototype Festival @ Praça do Vitão

Trocar, compartilhar, experimentar. Esta é a proposta do PROTOTYPE. A gente curte esse hippisse, desde que todo mundo tome banho, ok? Brinks amigs, amamos um dorme sujo. Enfim, a festa da sustentabilidade na arte (que NÃO significa escultura com pote de danone) acontece hoje e amanhã e, mesmo que você não esteja nem aí pra tudo isso, pode curtir um line-up bacaníssimo com Barulho.org e o pessoal do Buraco da Minhoca hoje. Amanhã tem mais!


*


Voodoohop @ Teat(r)o Oficina

Não aceite imitações! O experimentalismo de raiz, a ocupação original, o bom e venho exotismo das misturas culturais comandada pelo clã Voodoo acontece e você que sabia disso tudo antes de todo mundo não vai deixar passar.


*


Ney Matogrosso @ Teatro Bradesco

Lembra que a gente sempre diz que vocês precisam sair um pouco da pista e absorver mais cultura? Taí a chance! O mestre vem como sempre cheio de talento no show Atento aos Sinais. Imperdível.


*


Tom Zé @ Centro Cultural São Paulo

Dobradinha cultural: esgotou o Ney? Corre pra Rua Vergueiro que show do Tom é sempre uma festa a parte. E todo mundo precisa de uma dose de Tom Zé… sempre!


*


Patuá @ Cosmorama

O convite vem por meios garantidos e por isso a gente sabe que vai ser babado e confusão daquelas que a gente ama. Cerveja de garrafa é sempre um argumento positivo e festinha  que toma a rua (em Pinheiros) só melhora as condições. O sábado pede algo do tipo e a gente tá mais do que animado.


*


Clan.decestina @ Playground

A festa causou alvoroço no nosso grupo no feyce (ainda não faz parte? cola lá!) já que, entre uma novidade e outra, promete resgatar o clima do falecido Vegas no que hoje é o incógnito Playground. O mindfuck impera, seja na ideia de um clube supostamente de sexo (mas nem tanto) tentar resgatar o clima de uma das boates que nosso staff mais amou/frequentou/perdeu a dignidade e mesmo assim manter a novidade. Entre uma confusão e outra, a gente ainda tem medo, afinal, por mais vorazes que fossem as Strip Pokers, as Rockafellas, as Neverlands, o rendez vous a gente levava pra casa. Muitas dúvidas, que não são solucionadas pelo convite/flyer. No final, a gente ainda não decidiu se dá uma chance ou não. Agora você, cuioso/fogo no cu, arrase!


*


Boombox @ Neu

O quintal mais amado e uma das festas mais bacanas jamais ficariam de fora das nossas apostas. Agora se liguem: não sejam como o ser do Disk-Bafon e esperem a festa LOTAR. Mesmo com quórum reduzido, a Boombox é um desbunde musical. Venha se divertir, mesmo com poucos.


DOMINGO


Take #1 @ Varanda do Lions

Festa do pesoal de cinema da FAAP = Open Bar de Leite com Pêra (e isso não é um gongo, ok?). Quem foi aprovou a mistura, o som e o clima Hamptons. Abuse do óculos escuros, da boa pele, da elegânca e seja feliz.


*


Prototype Festival @ Praça do Vitão

A festa nunca vai acabar e hoje ela nos leva à Praça do Vitão (esqueça o Civita) pra prestigial o pessoal da MetanolFM. Venha, seja sustentável, seja herói!


*


De Puta a Madre @ Que Tal Hostel

As meninas se reúnem numa casa charmosa na Vila Mariana pra ouvir música das boas e curtir o fim do fim de semana com estilo. As opções pra elas sempre são escassas e a gente fica mais do que feliz de divulgar quando tem coisa bacana! You go, girl! <3

 

(Source: bunnyhepburn, via bunnyhepburn)

| 21,790 notes
DISK-BAFON

As pobres do BLOG parcelaram o Lolla no cartão de crédito? Lamento.

Fofinhxs… sério mesmo? Isso era pra ser algum tipo de insulto? Por que assim, o PÁÇARO DA DISLEXIA mandou um grande beijo, hein? 
Olha, se tem alguém que lamenta somos nós por ainda ter gente que usa termos como “pobre” pra tentar ofender outrem. É tão feio, tão classe média, né? A gente aqui curte ofensa de alto nível, coisa que essx queridx não deve entender, afinal nem formatar uma frase consegue. 
Sobre o Lolla: parte da nossa seleta equipe esteve pelo autódromo sim e curtiu muito. Nenhuma graaande reclamação além dos afunilamentos, andanças e tudo o que você já leu por aí. Se eles pagaram com dinheiro, crédito, visa vale ou com o corpo… isso a gente não pergunta. Deselegante pacas esse papinho ostentação, néam? 
Outra parte tava bem longe da cidade e… bem! Graças a Deus e a experiência de vida que a gente tem, nenhum show ou festival é imperdível. Esse clima de desespero do “tem que ir” é cansativo e nada bacana. A gente passa: esses xingamentos mequetrefes, esse clima e você, que nem sabe ofender. 

*

Boatistas, vcs não acham que existe por aí um certo frisson quando falam em drink &#8220;grátis&#8221;, entrada &#8220;VIP&#8221;, não-sei-o-que &#8220;free&#8221;, qualquer-coisa &#8220;de graça&#8221;? Não seria melhor ter drinks a preços justos e cada um pagar o seu? Vamos combinar que tá foda pagar mais de $12 numa caipirinha e mais de $5 numa mísera latinha de breja? Quem necessita de coisas grátis é mendigo, concordam? E gente, avisa aí por favor: NADA É DE GRAÇA! Um pouco mais de malícia, meu povo!


DE GRAÇA?! ONDE?!! Hahahaha… brincadeira, amizadch, a gente te entende e assina embaixo. Essa loucura do “grátis” leva as pessoas a disputar a tapa adesivo (que nem é MackColor, saca?) e a fazer de um tudo por um openbar. Mas estamos na República dos Gersons e quem não aproveita (de tudo e de todos) é tido como babaca. Uma pena, né?
Não nos entendam mal: a gente aqui curte um drink na faixa, mas é necessário ter dignidade, pessoalzinho. E disso, não tem open bar em lugar nenhum. 
Em tempo: naonde que tem caipirinha a doze terezas? E cerveja a cinco? Conta pra gente que olha… nossos rolês tão pela hora da morte!

*

Boatismo: vocês não entendem absolutamente nada de festas. Fui em 4 festas recomendadas por vocês e todas foram um fiasco. Inclusive, uma acabou às 3 da manhã por falta de público. Sou de Minas, vou uma vez por mês em São Paulo e ainda não sei porque sigo as dicas. Desistam! Sério, desistam. Ou vocês se atualizam (SÉRIO) ou apenas desistam. Cansei.

Snif… a gente leu isso aqui e foi chorar no chão em posição fetal. Nem jantamos de tão tristes. Só. Que. Jamais. 
Amig, deixa a gente te explicar umas coisinhas: até onde a gente pôde conferir nos nossos extratos bancários, nem você nem ninguém anda depositando um real sequer pra dizer o que a gente pode ou não fazer. Acho que você confundiu o Boatismo com o Guia da Folha (aquele que você compra) ou o ObaOba (que ao acessar te estapeia com mil banners pulsantes de vodka barata). A gente aqui é independente e fazemos o site por amor. Então, antes de tudo, DE NADA.
Segundo: você deveria rever o conceito de APOSTAS. A gente aqui tá consciente de que nem sempre o destino está a nosso favor e que acidentes acontecem. E, acredite, nós somos vítimas destes tanto quanto qualquer leitor. Tanto que somos os primeiros a gritar (geralmente na hora) quando caímos em alguma cilada. A gente aqui fica muito puto quando isso acontece. Não somos responsáveis pelas festas, apenas indicamos onde farejamos coisas bacanas, diferentes, interessantes e postamos uma boa seleção para os mais diferentes gostos. E, pelos feedbacks que temos, acredite, o seu é minoria. Seria interessante (e mais construtivo) se você sinalizasse quais festas foram miadas ao invés de direcionar esse ódio todo ao único site desse país que se dispõe a falar verdades sobre a noite. Aproveite e redirecione todo esse ódio aos seus problemas maternos/paternos onde ele provavelmente pertence. 
E terceiro: conta pra gente quem tá te obrigando a escrever “www.boatismo.com” no seu browser, apertar “enter” e ler tuuuuuudo o que a gente escreve. Sério, essa pessoa deve ser muito convincente (ou ter uma arma apontada pra sua cabeça). De qualquer forma, agradeça a esse santo que te obriga a nos dar audiência mas informe que, segundo o nosso Analytics, ele pode ficar tranquilo que, diferente de você, vários outros nos visitam por livre e espontânea vontade. Caso ele nem exista, sinta-se livre pra apertar aquele “X” vermelho no canto superior direito da sua tela. Vai lá. A gente não vai sentir sua falta.

E vá com Deus!

DISK-BAFON

As pobres do BLOG parcelaram o Lolla no cartão de crédito? Lamento.

Fofinhxs… sério mesmo? Isso era pra ser algum tipo de insulto? Por que assim, o PÁÇARO DA DISLEXIA mandou um grande beijo, hein?

Olha, se tem alguém que lamenta somos nós por ainda ter gente que usa termos como “pobre” pra tentar ofender outrem. É tão feio, tão classe média, né? A gente aqui curte ofensa de alto nível, coisa que essx queridx não deve entender, afinal nem formatar uma frase consegue.

Sobre o Lolla: parte da nossa seleta equipe esteve pelo autódromo sim e curtiu muito. Nenhuma graaande reclamação além dos afunilamentos, andanças e tudo o que você já leu por aí. Se eles pagaram com dinheiro, crédito, visa vale ou com o corpo… isso a gente não pergunta. Deselegante pacas esse papinho ostentação, néam?

Outra parte tava bem longe da cidade e… bem! Graças a Deus e a experiência de vida que a gente tem, nenhum show ou festival é imperdível. Esse clima de desespero do “tem que ir” é cansativo e nada bacana. A gente passa: esses xingamentos mequetrefes, esse clima e você, que nem sabe ofender.


*

Boatistas, vcs não acham que existe por aí um certo frisson quando falam em drink “grátis”, entrada “VIP”, não-sei-o-que “free”, qualquer-coisa “de graça”? Não seria melhor ter drinks a preços justos e cada um pagar o seu? Vamos combinar que tá foda pagar mais de $12 numa caipirinha e mais de $5 numa mísera latinha de breja? Quem necessita de coisas grátis é mendigo, concordam? E gente, avisa aí por favor: NADA É DE GRAÇA! Um pouco mais de malícia, meu povo!

DE GRAÇA?! ONDE?!! Hahahaha… brincadeira, amizadch, a gente te entende e assina embaixo. Essa loucura do “grátis” leva as pessoas a disputar a tapa adesivo (que nem é MackColor, saca?) e a fazer de um tudo por um openbar. Mas estamos na República dos Gersons e quem não aproveita (de tudo e de todos) é tido como babaca. Uma pena, né?

Não nos entendam mal: a gente aqui curte um drink na faixa, mas é necessário ter dignidade, pessoalzinho. E disso, não tem open bar em lugar nenhum.

Em tempo: naonde que tem caipirinha a doze terezas? E cerveja a cinco? Conta pra gente que olha… nossos rolês tão pela hora da morte!


*

Boatismo: vocês não entendem absolutamente nada de festas. Fui em 4 festas recomendadas por vocês e todas foram um fiasco. Inclusive, uma acabou às 3 da manhã por falta de público. Sou de Minas, vou uma vez por mês em São Paulo e ainda não sei porque sigo as dicas. Desistam! Sério, desistam. Ou vocês se atualizam (SÉRIO) ou apenas desistam. Cansei.

Snif… a gente leu isso aqui e foi chorar no chão em posição fetal. Nem jantamos de tão tristes. Só. Que. Jamais.

Amig, deixa a gente te explicar umas coisinhas: até onde a gente pôde conferir nos nossos extratos bancários, nem você nem ninguém anda depositando um real sequer pra dizer o que a gente pode ou não fazer. Acho que você confundiu o Boatismo com o Guia da Folha (aquele que você compra) ou o ObaOba (que ao acessar te estapeia com mil banners pulsantes de vodka barata). A gente aqui é independente e fazemos o site por amor. Então, antes de tudo, DE NADA.

Segundo: você deveria rever o conceito de APOSTAS. A gente aqui tá consciente de que nem sempre o destino está a nosso favor e que acidentes acontecem. E, acredite, nós somos vítimas destes tanto quanto qualquer leitor. Tanto que somos os primeiros a gritar (geralmente na hora) quando caímos em alguma cilada. A gente aqui fica muito puto quando isso acontece. Não somos responsáveis pelas festas, apenas indicamos onde farejamos coisas bacanas, diferentes, interessantes e postamos uma boa seleção para os mais diferentes gostos. E, pelos feedbacks que temos, acredite, o seu é minoria. Seria interessante (e mais construtivo) se você sinalizasse quais festas foram miadas ao invés de direcionar esse ódio todo ao único site desse país que se dispõe a falar verdades sobre a noite. Aproveite e redirecione todo esse ódio aos seus problemas maternos/paternos onde ele provavelmente pertence.

E terceiro: conta pra gente quem tá te obrigando a escrever “www.boatismo.com” no seu browser, apertar “enter” e ler tuuuuuudo o que a gente escreve. Sério, essa pessoa deve ser muito convincente (ou ter uma arma apontada pra sua cabeça). De qualquer forma, agradeça a esse santo que te obriga a nos dar audiência mas informe que, segundo o nosso Analytics, ele pode ficar tranquilo que, diferente de você, vários outros nos visitam por livre e espontânea vontade. Caso ele nem exista, sinta-se livre pra apertar aquele “X” vermelho no canto superior direito da sua tela. Vai lá. A gente não vai sentir sua falta.

E vá com Deus!

(Source: loveonstereo)

| 725 notes

Fu.B.A - FUNDAÇÃO BOATISMO DE ARTES

Tele-Aula de Dramaturgia Boatista Prática I

Essa semana estreia no Canal Viva a novela que todo boatista PRECISA ter no currículo escolar: Dancin’ Days

Mesmo que não era nascido nos idos dos anos 70 conhece, de uma maneira ou de outra a importância cultural da novela no nosso ZEIGTGEISTCH aka o espírito (de chacrete) dos tempos.

Não perca e dance com a gente!

As aulas acontecem em horário jogativo: 00h00

JÁ É SEGUNDA-FEIRA DE NOVO?!

Nem vem de blue monday pessoal. Todo mundo por aqui tá mais que contente e nem é só por causa do Lolla. Pode ser segunda, mas a semana pro-me-te e a gente mal pode esperar por todas as coisas que ela traz. 

Hoje, mais em clima de comemoração do que consolo, a gente traz a segunda parte de uma das mixtapes mais sucessos das nossas segundonas. Disco nacional é o tema e essa daqui não decepciona.

Vem que vem, semana!

ME ENCONTRA NA CAIXA DA ESQUERDA!
É dada a largada para o fim de semana e a nave Boatismo já está com os tanques cheios para sobrevoar as melhores opções da cidade. 
Passageiros com destino à diversão sem limites, atenção: embarque imediato pelo portão 21! 
Apertem os cintos e boa viagem!

SEXTA-FEIRA

Pato Banton @ Sesc Pompeia
Houve um tempo em que Pato Banton era tão sinônimo de sucesso e casa lotada no Brasil que, conta a lenda, os integrantes da banda acharam mais negócio alugar um apê no Jabaquara e embolsar a grana das passagens e evitar o jet-lag. Verdade ou não, o que importa é que agora eles são uma das lembranças afeitvas mais originais dos 90’s e essa série de shows no Sesc é imperdível. Além do mais, os preços dos drinks são irreais de tão barato. Go Pato!

*

Risco apresenta: O Terno @ Casa do Mancha
A bandinha é simpática e inspira alguns sorrisos e reboladinhas e, combinada com a casinha da vila só pode resultar na gente colando prum drink e pra iniciar os trabalhos do fim de semana com classe. 

*

Volt com Mari Bastos @ Volt
Nosso bar favorito e iluminado traz a curadoria musical de Mari Bastos e a gente levante e aplaude, lentamente, com gosto. Pra quem não sabe, a gata tem a Neverland e a inesquecível Festa do Apocalípse no currículo e a gente que se divertiu bastante em todas, sabe que os drinks ficam mais gostosos quando a música acompanha o clima. Presente? Sim, senhores!

*

Rol3zinho @ Neu
Os parça firmeza se juntam de novo no quintal que AINDA nos deve um Kadett rebaixado estacionado fazendo o som. Enquanto a gente aguarda, o som e a noite estão garantidas pelo staff da casa que nunca decepciona.

*

Propaganda Goes Lolla @ Anexo B
A impressão que a gente tem é que a Propaganda tenta demais e que fica sempre nessa altentativa de delícia. A gente não se convence muito e rola uma preguiça geral, mas, convenhamos, podia ser bem pior. Se você achar que aguenta o tranco e ainda estar inteiro pro festival amanhã, o esquenta no Anexo pode funcionar.

*

Lolla Parties @ Cine Joia
Pra quem não quiser se desgastar no autódromo amanhã, o Cage The Elephant é a atração da noite no Joia, numa versão intimista pra quem é fã e que sabe que show de festival, por melhor que seja, não se compara a ver seu artista favorito como estrela única da noite. Só pra quem é fã, ok? O resto de vocês que adora conversar durante o show, aguarde até o sábado.

*

Gambiarra @ The Week
São Paulo, São Paulo… sempre uma piada pronta, mesmo sem intenção. Ou será que essa é ideia de noite bem feita da Gambiarra? Porque só isso justificaria a atração especial da Gambis. Preparados? Lá vai: SEGURANÇA GATO DO METRÔ. Parabéns vocês que dão audiência pra esse tipo de bobagem. Parabéns e adeus, afinal vocês não são bem-vindos aqui.

SÁBADO

Green Sunset @ Museu da Imagem e do Som
Peter Power é a atração da festa que, apesar dos pesares, continua investindo pesado nos convidados e por isso, merece crédito. Não vá pelo hype, não vá pelos boys. Vá pela música. Ela sim vale a pena. 

*

Lollapalooza @ Autodromo
O festival continua firme e forte no calendário de eventos do país e só por isso já merece todo nosso louvor. A mudança de espaço também é bem vista por aqui já que o Autódromo já nos presenteou com recordações indeléveis num passado beeeem distante. Os preços continuam questionáveis, mas a quantidade de atrações justifica o parcelamento no cartão e as próximas semanas comendo PF de 10 reais, acredite. Encontre com a gente nos shows do Silva, Portugal, the Man, Kid Cudi, Phoenix, Disclosure e Julian. 

*

A$$ @ Clash Club
A gente curte muito a festa e a vibe animada que ela tem e sempre que podemos prestigiá-la - desde fora da Blitz - fazemos com gosto. Hoje é dia e você sabe que não deve perder.

*

Tropicaliente @ Nossacasa
Ritmos tupiniquins são a tônica da festa que vem cheia de alegria e agito na Vila e que você, hippinho de coração, sabe que não deve perder. 

*

Lolla Parties @ Cine Joia
Jake Bugg é boy prodígio e atração da festa deste sábado no Joia e os fãs não deveriam perder, mesmo que o ingresso do Lolla de domingo já esteja comprado. A noite promete ser de grandes emoções e se, você não é fã do moço, por favor, cale a boca durante a apresentação.

*

Pato Banton @ Sesc Pompeia
Perdeu na sexta? Relax! Hoje tem mais! I love america!

DOMINGO

Lollapalooza @ Autodromo
Acorde cedo e corra pra não perder Jake Bugg, Ellie Goulding, Pixies, Apanhador Só, New Order e Arcade Fire. Só amor.

*

After Lolla @ Secreto
Se o I Hate vai discotecar… quem vai fotografar?! A gente não entendeu nada, muito menos o “entrada franca” no Secreto. Tá dificil, vamos beber um copo de água e voltamos depois.
*

Tarde Cromática @ Local a ser revelado
Paulo Tessuto, Akin, Piero Chiaretti, Urubu, Gui aka Ugi e um DJ Secreto de Berlim. Essa é a paleta do seu domingo technicolor que ainda não tem lugar divulgado, mas que promete e muito. Fique atento a qualquer movimentação e corra. A gente não perde por na-da.
 

ME ENCONTRA NA CAIXA DA ESQUERDA!

É dada a largada para o fim de semana e a nave Boatismo já está com os tanques cheios para sobrevoar as melhores opções da cidade.

Passageiros com destino à diversão sem limites, atenção: embarque imediato pelo portão 21!

Apertem os cintos e boa viagem!

SEXTA-FEIRA


Pato Banton @ Sesc Pompeia

Houve um tempo em que Pato Banton era tão sinônimo de sucesso e casa lotada no Brasil que, conta a lenda, os integrantes da banda acharam mais negócio alugar um apê no Jabaquara e embolsar a grana das passagens e evitar o jet-lag. Verdade ou não, o que importa é que agora eles são uma das lembranças afeitvas mais originais dos 90’s e essa série de shows no Sesc é imperdível. Além do mais, os preços dos drinks são irreais de tão barato. Go Pato!


*


Risco apresenta: O Terno @ Casa do Mancha

A bandinha é simpática e inspira alguns sorrisos e reboladinhas e, combinada com a casinha da vila só pode resultar na gente colando prum drink e pra iniciar os trabalhos do fim de semana com classe.


*


Volt com Mari Bastos @ Volt

Nosso bar favorito e iluminado traz a curadoria musical de Mari Bastos e a gente levante e aplaude, lentamente, com gosto. Pra quem não sabe, a gata tem a Neverland e a inesquecível Festa do Apocalípse no currículo e a gente que se divertiu bastante em todas, sabe que os drinks ficam mais gostosos quando a música acompanha o clima. Presente? Sim, senhores!


*


Rol3zinho @ Neu

Os parça firmeza se juntam de novo no quintal que AINDA nos deve um Kadett rebaixado estacionado fazendo o som. Enquanto a gente aguarda, o som e a noite estão garantidas pelo staff da casa que nunca decepciona.


*


Propaganda Goes Lolla @ Anexo B

A impressão que a gente tem é que a Propaganda tenta demais e que fica sempre nessa altentativa de delícia. A gente não se convence muito e rola uma preguiça geral, mas, convenhamos, podia ser bem pior. Se você achar que aguenta o tranco e ainda estar inteiro pro festival amanhã, o esquenta no Anexo pode funcionar.


*


Lolla Parties @ Cine Joia

Pra quem não quiser se desgastar no autódromo amanhã, o Cage The Elephant é a atração da noite no Joia, numa versão intimista pra quem é fã e que sabe que show de festival, por melhor que seja, não se compara a ver seu artista favorito como estrela única da noite. Só pra quem é fã, ok? O resto de vocês que adora conversar durante o show, aguarde até o sábado.


*


Gambiarra @ The Week

São Paulo, São Paulo… sempre uma piada pronta, mesmo sem intenção. Ou será que essa é ideia de noite bem feita da Gambiarra? Porque só isso justificaria a atração especial da Gambis. Preparados? Lá vai: SEGURANÇA GATO DO METRÔ. Parabéns vocês que dão audiência pra esse tipo de bobagem. Parabéns e adeus, afinal vocês não são bem-vindos aqui.




SÁBADO


Green Sunset @ Museu da Imagem e do Som

Peter Power é a atração da festa que, apesar dos pesares, continua investindo pesado nos convidados e por isso, merece crédito. Não vá pelo hype, não vá pelos boys. Vá pela música. Ela sim vale a pena. 


*


Lollapalooza @ Autodromo

O festival continua firme e forte no calendário de eventos do país e só por isso já merece todo nosso louvor. A mudança de espaço também é bem vista por aqui já que o Autódromo já nos presenteou com recordações indeléveis num passado beeeem distante. Os preços continuam questionáveis, mas a quantidade de atrações justifica o parcelamento no cartão e as próximas semanas comendo PF de 10 reais, acredite. Encontre com a gente nos shows do Silva, Portugal, the Man, Kid Cudi, Phoenix, Disclosure e Julian.


*


A$$ @ Clash Club

A gente curte muito a festa e a vibe animada que ela tem e sempre que podemos prestigiá-la - desde fora da Blitz - fazemos com gosto. Hoje é dia e você sabe que não deve perder.


*


Tropicaliente @ Nossacasa

Ritmos tupiniquins são a tônica da festa que vem cheia de alegria e agito na Vila e que você, hippinho de coração, sabe que não deve perder.


*


Lolla Parties @ Cine Joia

Jake Bugg é boy prodígio e atração da festa deste sábado no Joia e os fãs não deveriam perder, mesmo que o ingresso do Lolla de domingo já esteja comprado. A noite promete ser de grandes emoções e se, você não é fã do moço, por favor, cale a boca durante a apresentação.


*


Pato Banton @ Sesc Pompeia

Perdeu na sexta? Relax! Hoje tem mais! I love america!



DOMINGO


Lollapalooza @ Autodromo

Acorde cedo e corra pra não perder Jake Bugg, Ellie Goulding, Pixies, Apanhador Só, New Order e Arcade Fire. Só amor.


*


After Lolla @ Secreto

Se o I Hate vai discotecar… quem vai fotografar?! A gente não entendeu nada, muito menos o “entrada franca” no Secreto. Tá dificil, vamos beber um copo de água e voltamos depois.

*


Tarde Cromática @ Local a ser revelado

Paulo Tessuto, Akin, Piero Chiaretti, Urubu, Gui aka Ugi e um DJ Secreto de Berlim. Essa é a paleta do seu domingo technicolor que ainda não tem lugar divulgado, mas que promete e muito. Fique atento a qualquer movimentação e corra. A gente não perde por na-da.

 

| 1 note
DISK-BAFON
Alô, vocêeeeeeeeee!

Olá boatistas, eis que me peguei pensando: antigamente, quarta era dia de milo, quinta dia de vegas e no fds era opção livre&#8230; E hoje, ein? Quais opções tem pra quem quer espairecer no meio da semana?

Ih, amig… são tantas. E tão poucas! Hahaha! Depende, claro, do que você procura! A Cio no Lions é sempre uma opção nas quartas para quem procura música BOA e não tá afim de ver molecada na pista. Por outro lado, se a sua pegada é os novinhos (ou se você é um deles), a Lux no Yacht te aguarda. É só chegar depois do re-set do Xonny que tá tudo bem. Nas quintas, a dobradinha Grupo Vegas funciona quase no mesmo esquema, sendo que o Lion fica um pouco mais HT com a Groovelicious (que semana passada recebeu o sucesso DJ Revolution) enquanto o barquinho continua ancorado em Gayville, com um revezamento de festas e conceitos que vale a pena ficar ligado, já que é possível pegar a sempre divertida Republika ou a sensacional Baila Baila (aquela que trouxe Dzi Croquetes durante o Carnaval, sabe? Então…). Ah, nos dois dias também existe a opção de colar na Blitz, mas é claro que você não vai fazer isso, né?

* 


Qual o novo Gloria?

Novo Gloria, pessoalzinho?! Sério mesmo que a gente precisa de um novo se o Zumbi-Gloria continua a nos assombrar?! Pé de pato, mangalô, treis veiz!

Vamos falar de coisa boa?!




Um medo: pessoal do Boatismo virar amigue do site RG e sair nas fotinhos toscas.

Antes na RG do que nas páginas policiais… OH WAIT! Hahahahah… se liga, né gents? Ninguém aqui vive de ostentação mas vocês dever estar benlocos se acham que a gente vai negar uma festinha fechada (alô, drinks!). Bora fazendo que se a gente consegue vocês também tem chances e sempre que pudermos, damos a letra pra geral. Beijinho no ombro pro recalque passar BEM longe e vamos ser felizes onde quer que for, okie? 
;*

DISK-BAFON

Alô, vocêeeeeeeeee!

Olá boatistas, eis que me peguei pensando: antigamente, quarta era dia de milo, quinta dia de vegas e no fds era opção livre… E hoje, ein? Quais opções tem pra quem quer espairecer no meio da semana?

Ih, amig… são tantas. E tão poucas! Hahaha! Depende, claro, do que você procura! A Cio no Lions é sempre uma opção nas quartas para quem procura música BOA e não tá afim de ver molecada na pista. Por outro lado, se a sua pegada é os novinhos (ou se você é um deles), a Lux no Yacht te aguarda. É só chegar depois do re-set do Xonny que tá tudo bem. Nas quintas, a dobradinha Grupo Vegas funciona quase no mesmo esquema, sendo que o Lion fica um pouco mais HT com a Groovelicious (que semana passada recebeu o sucesso DJ Revolution) enquanto o barquinho continua ancorado em Gayville, com um revezamento de festas e conceitos que vale a pena ficar ligado, já que é possível pegar a sempre divertida Republika ou a sensacional Baila Baila (aquela que trouxe Dzi Croquetes durante o Carnaval, sabe? Então…). Ah, nos dois dias também existe a opção de colar na Blitz, mas é claro que você não vai fazer isso, né?


*


Qual o novo Gloria?

Novo Gloria, pessoalzinho?! Sério mesmo que a gente precisa de um novo se o Zumbi-Gloria continua a nos assombrar?! Pé de pato, mangalô, treis veiz!

Vamos falar de coisa boa?!


Um medo: pessoal do Boatismo virar amigue do site RG e sair nas fotinhos toscas.

Antes na RG do que nas páginas policiais… OH WAIT! Hahahahah… se liga, né gents? Ninguém aqui vive de ostentação mas vocês dever estar benlocos se acham que a gente vai negar uma festinha fechada (alô, drinks!). Bora fazendo que se a gente consegue vocês também tem chances e sempre que pudermos, damos a letra pra geral. Beijinho no ombro pro recalque passar BEM longe e vamos ser felizes onde quer que for, okie?

;*

(Source: bunnyhepburn, via bunnyhepburn)

| 968 notes