Boatismo.

About
Nightclubbing Neon Bible

***

Um estudo sócio-cultural sobre a vida noturna, sua incrível fauna e seus fascinantes hábitos.

***

contato@boatismo.com
facebook.com/boatismo
@boatismo

JÁ É SEGUNDA-FEIRA DE NOVO?!

Amizadch… a gente aqui não cansa de se perguntar isso toda semana. Vai que numa dessas o Universo conspira a nosso favor e a segunda nunca acontece. O finde entra em loop enterno (junto com nosso salário) e a gente vai viver pra sempre na companhia dos amigs, da música, da pista, do Sol e de tudo que tem de bom. 

Se você venceu o frio, a chuva e a preguiça nesse fim de semana, percebeu que o fondue dos promoters terminou e tá todo mundo queimando calorias na pista. Que a bonança continue a nos brindar com noites como as passadas. Cheias de amor.

Mas, a realidade bate à porta, a segunda chega (junto com a conta) e a gente te protege da falta de amor corporativa com esse mix que a Dazed preparou. Tá deliça.

E já que a segunda é inevitável, o mínimo que a gente pode fazer é fingir de morto, colocar os fones e partir pro nosso mundinho. Vem que aqui é mais legal.

Boa semana, continue respirando e contando os segundos pro próximo finde. Ele está logo ali.

<3

VIVA O FINAL DE SEMANA!

Tá todo mundo bem? Todo mundo inteiro? Agosto nem chegou no meio e o guenta coração tá bravo na vida dos boatistas. A semana esfriou mas o encosto de chacrete é pecilotermo e não tem medo vendaval. Pode vir que aqui a gente tá a mil graus. 

Quem vem a toda também são as apostas. Se a gente andou reclamando nas últimas semanas, agora ninguém chora mais, chora mais, chora mais. Tem pra todo mundo, só não tem pra quem é uó. Esses a gente deixa bem longe e nem indica o Boatismo, faz favor, tá?

Mas chega. Antes que mais surpresas arrebatem nossos coraçõezinhos sofridos, vamos escolher onde passaremos as próximas horas juntinhos! Se joga sem medo que tá cremoso e especial:
SEXTA-FEIRA

Extravaganza @ Bar Fama
Boatista limpinho, que gosta de drink em copo de vidro e pede cosmo no rolet não deve apostar nessa festa. Aqui a diversão é modo ROOTS on. Butecão no centro, sem luxo algum e músicas que você não ouve na facundoland. Tá preparado? Então vai!

*

Shuffle @ Squat Bar
O bar simpático tem nosso carinho e a Japa, dona do auê, nosso amor, portanto se a ideia é drinks bons com música agradável dê uma passada por lá.

*

Wobble @ Secreto
Na comunidadch a procura por uma boa festa de trap trouxe como resposta essaê, que vem diretamente de terras fluminenses. A gente confia no nosso grupinho seleto e bem quisto, então repassamos a aposta. Qualquer reclamação, a gente passa a guilhotina por la. Se agradar, pode passar por aqui pra elogiar que a gente curte também, ok? Aguardamos vocês!

*

Colab 011 @ Factory
A festa itinerante estaciona nessa sexta ali em Pinheiros e animação não vai faltar. A heterolândia pira nos hip hop, nos future bass, nas aba reta responsa e no som por conta de gente que sabe o que tá fazendo. Aqui não tem erro, você sabe e a noite tá sempre garantida.

*

Silva @ Sesc Belenzinho
O bom mocismo de Silva já arrebatou nossos frágeis coraçõezinhos, e quem pensa que boatismo só vive de buatch PÉIM, resposta errada. Nesse a gente aposta de olhos fechados e ouvidos abertos.

*

Old Roger @ Via Matarazzo
A gente não entendeu na-di-nha, viu uma mistura imprecisa de amigos confirmados, achou tudo muito exótico, então resolvemos mandar um shot de água de faxina pra dentro e ir atrás, antes que nos contem o que é e a gente desita. Quem entender, conta mais.
SÁBADO
Cotton Project - Design House Sunset Party @ Red Studios
Caso você não esteja sabendo (a gente duvida, mas) esse finde rola o Design Weekend e a primeira festinha da marca Cotton Project (que mora no nosso coração) faz parte do calendário e tem tudo pra ser o começo de algo beeeem bacana. Fala sério: quem começa com DJ guest de Selvagem tem tudo pra ter um futuro brilhante, certo? A festa começa às 14h e os ingressos são limitadíssimos. Corra, garanta o seu e vem com a gente. Cêjura que a gente vai perder, né?
*

Pilantragi @ Casa de Maria Madalena
A gente indicou aqui na semana passada, se vocês foram espertos, se deram bem por que a festa foi sucesso! Essa semana ela vem cedo, às 14h, com o sol (ou não) raiando. E se tem uma coisa que a gente ama aqui são horários alternativos de festas. Feijuca, roda de samba, feira alternativa and mooooore. Ah, e quem chegar até as 4 e 20 ainda ganha um shot de cachaça. Tem como amar mais? 

*

Waves @ Neu
Mais uma que a gente não sacou picas, mas ouvimos isso aqui e foi suficiente pra nos convencer a ir no nosso quintal do &lt;3. A gente tá facinho esse finde, vem com a gente que vai ser alegria.
*

Rancho Mandibulino @ Mandibula
o bar neofavorito de todo moderninho safado que se preze, qualquer festa no Mandíbula é desculpa suficiente pra nos convencer a tomar um gin tônica por aqui. A carta de cervejas é sensacional também. Quando junta tudo isso com música, aí é só amor.

*

Mel @ Homelete
Essa praça está cada vez mais bem frequentada e festas de rua tem o selo boatismo de qualidade (é ainda é de graça). Latinidades e brasilidades juntas vão esquentar os pandeiros de quem comparecer. Bora ocupar essa cidade galera! Tem até videoflyerconceito misturando Merengue com Madonnão. &lt;3

*

Tenda @ L’amour
O rendez-vouz boatista está garantido na casa de “entretenimento adulto” que recebe a festa que despertou a curiosidade da patota aqui. Venha conferir e apostar. Se rolar metade do que prometem no evento, a gente já tem endereço fixo novo na cidade!
*

Muscle Cavern @ Mundo Pensante
O sagrado boatismo estará em procissão neste dia pra dar conta de TANTA festa boa. Haja perna (e carteira) pra conseguir viver intensamente e comparecer. O que não dá é pra perder essa também. Você sabe do que a gente está falando, néam? A gente sabe que sim.

*
  
Calefação Tropicaos @ Sarajevo
A festa mais tropicaliente vem pra enluarar o coração da gente e pra dar um elã no Sarajevo que olha, tá precisando. A gente não frequenta o espaço já tem algumas centenas de milhares de anos, mas se a galere tá apostando, a gente arrisca, né? Vai saber. 
*

Funfarra @ Cine Joia
A caravana de homens pra casar chega no cinemão (calma não é esse que vc está pensando) da liberdade. A festa não comove muito nossos ouvidos e quadris devido a falta de originalidade, mas se seu objetivo é arranjar um príncipe encantado marido, suas chances são boas por lá.

DOMINGO

Metanol @ Varanda do Lions
Sabe imperdível? Sabe convidado importado que vale o ingresso antecipado? Sabe quando você já deveria ter garantido o seu? Então.

*

Free Beats @ Largo do Café
A gente já falou que gosta de festa invadindo os espaços da cidade? Sim né? Portanto needless to say: nos encontre no centrão curtindo a tarde de domingo, com copinho de bebida na mão e ouvindo coisa boa.
*

Alt #3 @ Mundo Pensante
Estamos adotando o emoticon ¯\_(ツ)_/¯ como descrição para alguns momentos da vida. Essa festa é um deles. É tudo tão etéreo e as possibilidades tão vastas que pode até ser legal. O destino anda conspirando a nosso favor, neste domingo não será diferente.
*

DJ Marky: Influences @ Factory
Um dos deuses da música eletrônica brasileira apresenta nada mais nada menos que tudo aquilo que o inspira. Sério mesmo que a gente tem que gastar letrinha aqui pra te convencer? Não né? Que bom. A gente se vê por lá.

VIVA O FINAL DE SEMANA!

Tá todo mundo bem? Todo mundo inteiro? Agosto nem chegou no meio e o guenta coração tá bravo na vida dos boatistas. A semana esfriou mas o encosto de chacrete é pecilotermo e não tem medo vendaval. Pode vir que aqui a gente tá a mil graus.

Quem vem a toda também são as apostas. Se a gente andou reclamando nas últimas semanas, agora ninguém chora mais, chora mais, chora mais. Tem pra todo mundo, só não tem pra quem é uó. Esses a gente deixa bem longe e nem indica o Boatismo, faz favor, tá?

Mas chega. Antes que mais surpresas arrebatem nossos coraçõezinhos sofridos, vamos escolher onde passaremos as próximas horas juntinhos! Se joga sem medo que tá cremoso e especial:

SEXTA-FEIRA

Extravaganza @ Bar Fama

Boatista limpinho, que gosta de drink em copo de vidro e pede cosmo no rolet não deve apostar nessa festa. Aqui a diversão é modo ROOTS on. Butecão no centro, sem luxo algum e músicas que você não ouve na facundoland. Tá preparado? Então vai!

*

Shuffle @ Squat Bar

O bar simpático tem nosso carinho e a Japa, dona do auê, nosso amor, portanto se a ideia é drinks bons com música agradável dê uma passada por lá.

*

Wobble @ Secreto

Na comunidadch a procura por uma boa festa de trap trouxe como resposta essaê, que vem diretamente de terras fluminenses. A gente confia no nosso grupinho seleto e bem quisto, então repassamos a aposta. Qualquer reclamação, a gente passa a guilhotina por la. Se agradar, pode passar por aqui pra elogiar que a gente curte também, ok? Aguardamos vocês!

*

Colab 011 @ Factory

A festa itinerante estaciona nessa sexta ali em Pinheiros e animação não vai faltar. A heterolândia pira nos hip hop, nos future bass, nas aba reta responsa e no som por conta de gente que sabe o que tá fazendo. Aqui não tem erro, você sabe e a noite tá sempre garantida.

*

Silva @ Sesc Belenzinho

O bom mocismo de Silva já arrebatou nossos frágeis coraçõezinhos, e quem pensa que boatismo só vive de buatch PÉIM, resposta errada. Nesse a gente aposta de olhos fechados e ouvidos abertos.

*

Old Roger @ Via Matarazzo

A gente não entendeu na-di-nha, viu uma mistura imprecisa de amigos confirmados, achou tudo muito exótico, então resolvemos mandar um shot de água de faxina pra dentro e ir atrás, antes que nos contem o que é e a gente desita. Quem entender, conta mais.

SÁBADO

Cotton Project - Design House Sunset Party @ Red Studios

Caso você não esteja sabendo (a gente duvida, mas) esse finde rola o Design Weekend e a primeira festinha da marca Cotton Project (que mora no nosso coração) faz parte do calendário e tem tudo pra ser o começo de algo beeeem bacana. Fala sério: quem começa com DJ guest de Selvagem tem tudo pra ter um futuro brilhante, certo? A festa começa às 14h e os ingressos são limitadíssimos. Corra, garanta o seu e vem com a gente. Cêjura que a gente vai perder, né?

*

Pilantragi @ Casa de Maria Madalena

A gente indicou aqui na semana passada, se vocês foram espertos, se deram bem por que a festa foi sucesso! Essa semana ela vem cedo, às 14h, com o sol (ou não) raiando. E se tem uma coisa que a gente ama aqui são horários alternativos de festas. Feijuca, roda de samba, feira alternativa and mooooore. Ah, e quem chegar até as 4 e 20 ainda ganha um shot de cachaça. Tem como amar mais?

*

Waves @ Neu

Mais uma que a gente não sacou picas, mas ouvimos isso aqui e foi suficiente pra nos convencer a ir no nosso quintal do <3. A gente tá facinho esse finde, vem com a gente que vai ser alegria.

*

Rancho Mandibulino @ Mandibula

o bar neofavorito de todo moderninho safado que se preze, qualquer festa no Mandíbula é desculpa suficiente pra nos convencer a tomar um gin tônica por aqui. A carta de cervejas é sensacional também. Quando junta tudo isso com música, aí é só amor.

*

Mel @ Homelete

Essa praça está cada vez mais bem frequentada e festas de rua tem o selo boatismo de qualidade (é ainda é de graça). Latinidades e brasilidades juntas vão esquentar os pandeiros de quem comparecer. Bora ocupar essa cidade galera! Tem até videoflyerconceito misturando Merengue com Madonnão. <3

*

Tenda @ L’amour

O rendez-vouz boatista está garantido na casa de “entretenimento adulto” que recebe a festa que despertou a curiosidade da patota aqui. Venha conferir e apostar. Se rolar metade do que prometem no evento, a gente já tem endereço fixo novo na cidade!

*

Muscle Cavern @ Mundo Pensante

O sagrado boatismo estará em procissão neste dia pra dar conta de TANTA festa boa. Haja perna (e carteira) pra conseguir viver intensamente e comparecer. O que não dá é pra perder essa também. Você sabe do que a gente está falando, néam? A gente sabe que sim.

*

 

Calefação Tropicaos @ Sarajevo

A festa mais tropicaliente vem pra enluarar o coração da gente e pra dar um elã no Sarajevo que olha, tá precisando. A gente não frequenta o espaço já tem algumas centenas de milhares de anos, mas se a galere tá apostando, a gente arrisca, né? Vai saber.

*

Funfarra @ Cine Joia

A caravana de homens pra casar chega no cinemão (calma não é esse que vc está pensando) da liberdade. A festa não comove muito nossos ouvidos e quadris devido a falta de originalidade, mas se seu objetivo é arranjar um príncipe encantado marido, suas chances são boas por lá.

DOMINGO

Metanol @ Varanda do Lions

Sabe imperdível? Sabe convidado importado que vale o ingresso antecipado? Sabe quando você já deveria ter garantido o seu? Então.

*

Free Beats @ Largo do Café

A gente já falou que gosta de festa invadindo os espaços da cidade? Sim né? Portanto needless to say: nos encontre no centrão curtindo a tarde de domingo, com copinho de bebida na mão e ouvindo coisa boa.

*

Alt #3 @ Mundo Pensante

Estamos adotando o emoticon ¯\_(ツ)_/¯ como descrição para alguns momentos da vida. Essa festa é um deles. É tudo tão etéreo e as possibilidades tão vastas que pode até ser legal. O destino anda conspirando a nosso favor, neste domingo não será diferente.

*

DJ Marky: Influences @ Factory

Um dos deuses da música eletrônica brasileira apresenta nada mais nada menos que tudo aquilo que o inspira. Sério mesmo que a gente tem que gastar letrinha aqui pra te convencer? Não né? Que bom. A gente se vê por lá.



| 3 notes
DISK-BAFON

"99,9% ad-free". É uma tentativa de gongar a si próprio? Gente, assumam logo o merchan.

Quando vocês querem ser burros, olha… fica difícil entender se vocês frequentam aqui sempre ou só passam nos momentos ~certos~ pra falar esse tipo de bobagens. Gatos, a gente aqui não teria problema algum com o auto-gongo, até porque tá na chuva, néam? Mas a verdade é que nem é o caso. Como também não é o caso assumir ou não merchan. Hipocrisia é uma das poucas coisas que vocês não nos podem atribuir, e não foram poucas as vezes que a gente aqui divulgou com gosto projetos associados a marcas e empresas. Mas acredite: não faríamos isso se não acreditássemos no que estamos falando. E se você não entende a diferença entre isso e pop-up pulando e piscando na sua fuça vendendo vodka vagabunda ou bunda de mulher pra anunciar cerveja, queridjeenhos… só lamentamos. A gente aqui sabe ser responsável, é uma pena que são poucos que percebam.

* 

Só tenho uma coisa a dizer sobre o que vocês responderam a respeito da minha crítica à balada das drogadas: eu não julgo elas. Sim, eu disse que acho lamentável esses seres que vão de óculos de sol, se drogam na dancefloor e acham que estão abalando, pois além de ser desagradável, eles usam na minha &#8220;cola&#8221;, se não fosse isso, não reclamaria queridos. Mas agora ficou perceptível que o RECLAMEAQUI das boates (boatismo) assemelha-se ao RECLAMEAQUI do governo, desculpem a sinceridade!

Quer dizer que além de ser burro, você não assume o que fala e ainda volta aqui pra insistir na sua burrice e no seu moralismo mequetrefe?! Vocês estão se superando hoje! Queridx, se você não entendeu, seu lugar não é aqui. Essas pessoas que estão na sua “cola” mal sabem o tipinho que há perto deles. Você já parou pra pensar que talvez (só talvez) algum deles está precisando de ajuda (de verdade)? As vezes você tá perdendo tempo só vendo o problema do lado errado.
Aproveitaremos o ensejo para dizer que embora o Boatismo não incentive o uso o abuso de qualquer tipo de substância, sabemos qual é a realidade da noite e só vamos pedir de coração que todos se cuidem. O que não falta é gente de 27 com cara de 40 com saúde por um fio por conta dos abusos das pistas de pouquíssimos anos atrás. Façam direito, amigs. Hidratem-se. Comam direito. E fujam das más companhias. Bad vibe também mata. 
Amamos vocês (menos essas duas pessoas daqui de cima, o resto a gente ama).

&lt;3

DISK-BAFON

"99,9% ad-free". É uma tentativa de gongar a si próprio? Gente, assumam logo o merchan.

Quando vocês querem ser burros, olha… fica difícil entender se vocês frequentam aqui sempre ou só passam nos momentos ~certos~ pra falar esse tipo de bobagens. Gatos, a gente aqui não teria problema algum com o auto-gongo, até porque tá na chuva, néam? Mas a verdade é que nem é o caso. Como também não é o caso assumir ou não merchan. Hipocrisia é uma das poucas coisas que vocês não nos podem atribuir, e não foram poucas as vezes que a gente aqui divulgou com gosto projetos associados a marcas e empresas. Mas acredite: não faríamos isso se não acreditássemos no que estamos falando. E se você não entende a diferença entre isso e pop-up pulando e piscando na sua fuça vendendo vodka vagabunda ou bunda de mulher pra anunciar cerveja, queridjeenhos… só lamentamos. A gente aqui sabe ser responsável, é uma pena que são poucos que percebam.

*

Só tenho uma coisa a dizer sobre o que vocês responderam a respeito da minha crítica à balada das drogadas: eu não julgo elas. Sim, eu disse que acho lamentável esses seres que vão de óculos de sol, se drogam na dancefloor e acham que estão abalando, pois além de ser desagradável, eles usam na minha “cola”, se não fosse isso, não reclamaria queridos. Mas agora ficou perceptível que o RECLAMEAQUI das boates (boatismo) assemelha-se ao RECLAMEAQUI do governo, desculpem a sinceridade!

Quer dizer que além de ser burro, você não assume o que fala e ainda volta aqui pra insistir na sua burrice e no seu moralismo mequetrefe?! Vocês estão se superando hoje! Queridx, se você não entendeu, seu lugar não é aqui. Essas pessoas que estão na sua “cola” mal sabem o tipinho que há perto deles. Você já parou pra pensar que talvez (só talvez) algum deles está precisando de ajuda (de verdade)? As vezes você tá perdendo tempo só vendo o problema do lado errado.

Aproveitaremos o ensejo para dizer que embora o Boatismo não incentive o uso o abuso de qualquer tipo de substância, sabemos qual é a realidade da noite e só vamos pedir de coração que todos se cuidem. O que não falta é gente de 27 com cara de 40 com saúde por um fio por conta dos abusos das pistas de pouquíssimos anos atrás. Façam direito, amigs. Hidratem-se. Comam direito. E fujam das más companhias. Bad vibe também mata.

Amamos vocês (menos essas duas pessoas daqui de cima, o resto a gente ama).

<3

(Source: publicdomaindiva, via gameraboy)

| 77 notes
GIORGIO MORODER | SKOL BEATS FACTORY | 08.08.14

O bigode grosso da música se apresentou na Factory e a gente esteve lá pra testemunhar. A noite, mais uma daquelas que fez a hipsterlândia se engalfinhar e lustrar os joelhos a fim de implorar por convites poderia ter sido o encerramento grandioso e merecido do projeto da Skol em Pinheiros, se a marca já não houvesse anunciado a prorrogação até o fim do ano. Os modernos e a terceira idade clubber suspira aliviada.
Moroder no palco, como já explanou Camilo, é só um tiozinho que passeia pelos seus hits, pela nossa memória afetiva e apresenta seu portfólio sem qualquer pretensão. A missão de vida de Giorgio é divertir e encher nossos ouvidos com hinos eternos, daqueles que merecem dancinha, seja na noite que nos proporcionou, seja no meio da rua em nossos ipods. Se nos virem nas palminhas e girando ou abanando, esteja certo: é Hot Stuff no play.
Pros desavisados (e eram muitos, como em todas as ~festas fechadas~ do local) a noite pareceu estranha. Pros publiças que não diferenciam Tiesto do legado de Giorgio, a seleção de músicas e a festa não faziam sentido. A outra metade, gritava e dançava a cada passagem retrospectiva pela carreira do homem que sonorizou grandes momentos da vida e que esteve ao lado de outros tantos talentos da música. Até as cafonalhas ficam bacanas e valem a curtição. Poucos trabalharam como ele e se 1/12 de nossos atuais tocadores de buatchy olhar pro mestre como inspiração, estamos feitos. O resto? Vai continuar tocando pros outros.
Como a gente disse, a festa serviria perfeitamente pra encerrar o ciclo de festas, oficinas e projetos que a marca trouxe pro barracão reformado. Mas, diante da notícia do estica, a gente aproveita o ensejo pra dissecar o ambiente, porque não?
Não foram poucas as vezes que a gente implorou pra alguém dar um jeito no famigerado Barraquemme. Quem acompanha o Boatismo sabe que a casa era palco e cenário de perrengues épicos e não faltava crítica pro buraco descuidado e esquecido mas cheio de potencial. 
Quando a Skol anunciou sua estada por lá a gente se animou com a possibilidade de ver o espaço sendo recuperado e transformado (de verdade) em ponto de encontro noturno. Não foram poucas as mudanças, mas todas elas sentidas e apreciadas. Com chão nivelado, novas saídas, bares ampliados e carpetes extinguidos, a esperança raiou na Pedroso de Moraes. Sem falar, claro, em toda a aparelhagem. Som e luz faziam a gente chorar cada vez que lembrávamos do passado infame do local. A gente merece a casa assim e se tem um público que penou mais conseguiu, fomos nós. Palmas para a perseverança boatista.
Tantas melhorias quase (a gente disse quaaaase) nos fazem ignorar que os banheiros foram esquecidos na reforma (ou teria acabado a verba?). De qualquer maneira, a política de lotação da casa impediu o caos e as filas intermináveis. Com jeitinho, tudo se acerta.
Claro que vez ou outra o cliente aparecia e enchia a casa com a galera que nem ruborizava na hora de furar fila ou distribuir carteirada. Não foram poucos “donos da festa” que a gente avistou dando ombradas e fingindo não ver os reles mortais em seu caminho. Pobres hosts que tiveram que se curvar diante destes supostos pequenos poderes e da canetada de quem “tá pagando”. A gente deixa passar porque os coorporativos raramente tem a chance de se sentirem donos da noite. Deixem eles brincarem de vez em quando, néam?
Nada disso importa quando somos brindados com noites como a sexta passada. Moroder compensa qualquer coxinha que estivesse lá para ver ou ser visto. A noite era de aula de história musical, de estilo e principalmente de como fazer festa. A gente só quer mais. De tudo isso.

GIORGIO MORODER | SKOL BEATS FACTORY | 08.08.14

O bigode grosso da música se apresentou na Factory e a gente esteve lá pra testemunhar. A noite, mais uma daquelas que fez a hipsterlândia se engalfinhar e lustrar os joelhos a fim de implorar por convites poderia ter sido o encerramento grandioso e merecido do projeto da Skol em Pinheiros, se a marca já não houvesse anunciado a prorrogação até o fim do ano. Os modernos e a terceira idade clubber suspira aliviada.

Moroder no palco, como já explanou Camilo, é só um tiozinho que passeia pelos seus hits, pela nossa memória afetiva e apresenta seu portfólio sem qualquer pretensão. A missão de vida de Giorgio é divertir e encher nossos ouvidos com hinos eternos, daqueles que merecem dancinha, seja na noite que nos proporcionou, seja no meio da rua em nossos ipods. Se nos virem nas palminhas e girando ou abanando, esteja certo: é Hot Stuff no play.

Pros desavisados (e eram muitos, como em todas as ~festas fechadas~ do local) a noite pareceu estranha. Pros publiças que não diferenciam Tiesto do legado de Giorgio, a seleção de músicas e a festa não faziam sentido. A outra metade, gritava e dançava a cada passagem retrospectiva pela carreira do homem que sonorizou grandes momentos da vida e que esteve ao lado de outros tantos talentos da música. Até as cafonalhas ficam bacanas e valem a curtição. Poucos trabalharam como ele e se 1/12 de nossos atuais tocadores de buatchy olhar pro mestre como inspiração, estamos feitos. O resto? Vai continuar tocando pros outros.

Como a gente disse, a festa serviria perfeitamente pra encerrar o ciclo de festas, oficinas e projetos que a marca trouxe pro barracão reformado. Mas, diante da notícia do estica, a gente aproveita o ensejo pra dissecar o ambiente, porque não?

Não foram poucas as vezes que a gente implorou pra alguém dar um jeito no famigerado Barraquemme. Quem acompanha o Boatismo sabe que a casa era palco e cenário de perrengues épicos e não faltava crítica pro buraco descuidado e esquecido mas cheio de potencial.

Quando a Skol anunciou sua estada por lá a gente se animou com a possibilidade de ver o espaço sendo recuperado e transformado (de verdade) em ponto de encontro noturno. Não foram poucas as mudanças, mas todas elas sentidas e apreciadas. Com chão nivelado, novas saídas, bares ampliados e carpetes extinguidos, a esperança raiou na Pedroso de Moraes. Sem falar, claro, em toda a aparelhagem. Som e luz faziam a gente chorar cada vez que lembrávamos do passado infame do local. A gente merece a casa assim e se tem um público que penou mais conseguiu, fomos nós. Palmas para a perseverança boatista.

Tantas melhorias quase (a gente disse quaaaase) nos fazem ignorar que os banheiros foram esquecidos na reforma (ou teria acabado a verba?). De qualquer maneira, a política de lotação da casa impediu o caos e as filas intermináveis. Com jeitinho, tudo se acerta.

Claro que vez ou outra o cliente aparecia e enchia a casa com a galera que nem ruborizava na hora de furar fila ou distribuir carteirada. Não foram poucos “donos da festa” que a gente avistou dando ombradas e fingindo não ver os reles mortais em seu caminho. Pobres hosts que tiveram que se curvar diante destes supostos pequenos poderes e da canetada de quem “tá pagando”. A gente deixa passar porque os coorporativos raramente tem a chance de se sentirem donos da noite. Deixem eles brincarem de vez em quando, néam?

Nada disso importa quando somos brindados com noites como a sexta passada. Moroder compensa qualquer coxinha que estivesse lá para ver ou ser visto. A noite era de aula de história musical, de estilo e principalmente de como fazer festa. A gente só quer mais. De tudo isso.

JÁ É SEGUNDA-FEIRA DE NOVO?!

O finde avoa, amigs! O nosso passou num piscar de olhos e numa baforada de Gudang Garam. Mas não faltou amor, pista, dancinha, bafons e muita, mas mointa jogación. 

A gente promete contar tudo nos mínimos detalhes durante a semana. Desde que, claro, a gente consiga recuperar um bocadinho da memória que se perdeu na dancefloor. Haja testemunhas pra confirmar os fatos, rapeize.

Enquanto isso, a gente fica de detox-musical, com a trilha escolhida especialmente pra essa segunda que deveria servir de recuperação do finde. Cadê os direitos humanos nessas horas, néam?

Ajuste os fones, finja que o trabalho está adiantado e embarque conosco  nessa trip sonora. É chegada a hora de respirar fundo e lembrar que o fim de semana pode até demorar, mas que a gente vai aguentar firme até lá.

Força!

O SECRET DE HOJE É&#8230;
 
&#8230;o fim de semana chegou!!! Aeeeeeê!
O que não é segredo pra ninguém é que o Boatismo já separou o que há de mais saboroso, suculento e divertido nessa cidade que segue seca sem sacar que o caminho é seco, sem sacar que o espinho é seco, sem sacar que seco é o… opa, nos empolgamos. Sry… 
Antes que o pessoal chame o Procon, como prometido, eis as apostas logo cedo! Corre galere! 

SEXTA-FEIRA

Heat @ Squat Bar
A noite começa esquentando ali nos Jardins com um monte de amigo em volta, drinks sensacionais e música boa. Não fosse a sexta-feira mais animada dos últimos tempos, a gente arriscaria dizer que daria pra ficar a noite toda por aqui. 

*

Selvagem @ 1 e ½
A dupla voltou do tour europeu cheio de joias musicais na bagagem e promete dividir tudinho com a gente no inferninho particular que acontece dentro do Joia. Protejam suas cabeças, corram pra dentro do 1 e ½ e dancem a noite toda. É Selvagem, pessoal! Tá esperando o que?!

*

Giorgio Moroder @ Skol Beats Factory
Por onde começar, não é mesmo? Se nos dissessem que toda a reforma feita no espaço, todo o investimento, todas as atrações anteriores, tudo foi feito para treinar, testar e preparar a casa para esta noite a gente acreditaria. É bobagem tentar explicar a importância de Giorgio Moroder na música e se você não sabe, sem brincadeira, pode sair daqui agora mesmo e ir estudar. Pros que, como nós estão palpitando, segurem vossar periquitas, respirem fundo e cheguem cedo. A noite promete ser histórica.

*

Freedom 90s @ Garage Club
A festa nem é Freedom, mas a gente gosta deles e tá chamando assim, ok? A festa 90s que a gente aprova MESMO acontece hoje e se essa é a vibe da sua noite, corre que vale, afinal, o pessoal aqui entende de música. É o que importa, sabia? Pois é.

*

Lua @ Homelete
Não sabemos nada, mas tem Márcio Vermelho, Ad Ferrera, é de graça na praça e ao ar livre. A noite promete ser de lua. Leve seu date ou arrase na aquendação. Se a Lua te trair, traia todo o resto e passe o rodo na pista.

*
Pop Secret @ Bar Secreto
Como eu me sinto quando tem festa nova da Katylene na cidade:


*

Venga Venga @ Flamingo e Dex Bar
A festa vem em ritmo de procissante, com o tema “Caravana dos Delírios” passeando por dois bares e trazendo climas diferentes para sua noitch. Como não curtir? Venha caminhar e se deleitar com os aromas e sons da festa.

SÁBADO

Calefação Tropicaos @ Rua Barão do Bananal, 583
O fuá acontece a partir das 14h00 com homenagem aos 40 (qua-ren-ta!!!) anos do disco A Tábua de Esmeralda de Jorge Ben. Aqui no Boatismo, o disco é sucesso e a gente vai com louvor. E toda obscuridade fugirá de nós!

*

Bendita @ Jongo Reverendo 
Tanta gente boa e bacana atrás das picapes que é impossível que isso não reverbere na pista e no público. Aposte com a gente, vista sua melhor vibe e venha ser feliz com a gente.

*

Pilantragi e Levada da Maré @ Teatro Mars 
Duas festas, com aquele remelexo de brasilidades que a gente ama, unem forças e armam o terreiro no Teatro Mars. A Pilantragi, que já é figura conhecida da noite boatista-tupiniquim, recebe como convidada a festa itinerante Levada da Maré, que aterrissa em SP trazendo todo um swing da cor. A gente deseja muito axé pra quem se acabar nessa pista e já fica feliz que a música não vai ser interrompida a cada 10 minutos como aconteceu na última visita ao Mundo Pensante.

*

Avalanche Tropical @ Neu
O quintal mais amado vem com a festinha que é sempre sinônimo de gente animada e que não te deixa parado. É divertida, é pra rir, é pra dançar. É Neu, rapeize. Vem que tem!

*

Desperados Party Machine @ Cemitério de Trens
A gente até começou a gostar mais da cerveja com tequila quando ela nos convidou pra essa rapioca que junta duas das festas que a gente mais gosta, aka Recalque e A$$ num lugar bacaníssimo de São Paulo. Tá tudo tão legal que a gente até relevou que no meio disso eles colocaram a bobagem do Skins Under Party no meio. Mas tudo bem, a ideia e o convite é irrestistível. A gente vai, vai levar animação em dobro. Se você conseguiu convite, cola com a gente e vem ser feliz!

DOMINGO

Laço @ Casa das Caldeiras
Eventinhos daqueles que a gente gos-ta: música, arte, comida, comprinhas pra encerrar o fim de semana maratonista boatista de dar orgulho. Tudo isso na Casa das Caldeiras, que a gente ama, né? Vem.

*

Metanol @ Centro Cultural São Paulo
Desta vez a festa itinerante toma o jardim suspenso do CCSP. Quem já visitou o espaço sabe que festa lá é delícia. Junte a isso uma edição da feira gastronômica O Mercado no andar de baixo, pronto. Seu domingo tá feito. Há tempos um fim de semana não vem boatista como esse. Aproveite até o talo.

O SECRET DE HOJE É…

 

…o fim de semana chegou!!! Aeeeeeê!

O que não é segredo pra ninguém é que o Boatismo já separou o que há de mais saboroso, suculento e divertido nessa cidade que segue seca sem sacar que o caminho é seco, sem sacar que o espinho é seco, sem sacar que seco é o… opa, nos empolgamos. Sry…

Antes que o pessoal chame o Procon, como prometido, eis as apostas logo cedo! Corre galere!

SEXTA-FEIRA

Heat @ Squat Bar

A noite começa esquentando ali nos Jardins com um monte de amigo em volta, drinks sensacionais e música boa. Não fosse a sexta-feira mais animada dos últimos tempos, a gente arriscaria dizer que daria pra ficar a noite toda por aqui.

*

Selvagem @ 1 e ½

A dupla voltou do tour europeu cheio de joias musicais na bagagem e promete dividir tudinho com a gente no inferninho particular que acontece dentro do Joia. Protejam suas cabeças, corram pra dentro do 1 e ½ e dancem a noite toda. É Selvagem, pessoal! Tá esperando o que?!

*

Giorgio Moroder @ Skol Beats Factory

Por onde começar, não é mesmo? Se nos dissessem que toda a reforma feita no espaço, todo o investimento, todas as atrações anteriores, tudo foi feito para treinar, testar e preparar a casa para esta noite a gente acreditaria. É bobagem tentar explicar a importância de Giorgio Moroder na música e se você não sabe, sem brincadeira, pode sair daqui agora mesmo e ir estudar. Pros que, como nós estão palpitando, segurem vossar periquitas, respirem fundo e cheguem cedo. A noite promete ser histórica.

*

Freedom 90s @ Garage Club

A festa nem é Freedom, mas a gente gosta deles e tá chamando assim, ok? A festa 90s que a gente aprova MESMO acontece hoje e se essa é a vibe da sua noite, corre que vale, afinal, o pessoal aqui entende de música. É o que importa, sabia? Pois é.



*

Lua @ Homelete

Não sabemos nada, mas tem Márcio Vermelho, Ad Ferrera, é de graça na praça e ao ar livre. A noite promete ser de lua. Leve seu date ou arrase na aquendação. Se a Lua te trair, traia todo o resto e passe o rodo na pista.

*

Pop Secret @ Bar Secreto

Como eu me sinto quando tem festa nova da Katylene na cidade:

*

Venga Venga @ Flamingo e Dex Bar

A festa vem em ritmo de procissante, com o tema “Caravana dos Delírios” passeando por dois bares e trazendo climas diferentes para sua noitch. Como não curtir? Venha caminhar e se deleitar com os aromas e sons da festa.



SÁBADO

Calefação Tropicaos @ Rua Barão do Bananal, 583

O fuá acontece a partir das 14h00 com homenagem aos 40 (qua-ren-ta!!!) anos do disco A Tábua de Esmeralda de Jorge Ben. Aqui no Boatismo, o disco é sucesso e a gente vai com louvor. E toda obscuridade fugirá de nós!

*

Bendita @ Jongo Reverendo

Tanta gente boa e bacana atrás das picapes que é impossível que isso não reverbere na pista e no público. Aposte com a gente, vista sua melhor vibe e venha ser feliz com a gente.

*

Pilantragi e Levada da Maré @ Teatro Mars

Duas festas, com aquele remelexo de brasilidades que a gente ama, unem forças e armam o terreiro no Teatro Mars. A Pilantragi, que já é figura conhecida da noite boatista-tupiniquim, recebe como convidada a festa itinerante Levada da Maré, que aterrissa em SP trazendo todo um swing da cor. A gente deseja muito axé pra quem se acabar nessa pista e já fica feliz que a música não vai ser interrompida a cada 10 minutos como aconteceu na última visita ao Mundo Pensante.

*

Avalanche Tropical @ Neu

O quintal mais amado vem com a festinha que é sempre sinônimo de gente animada e que não te deixa parado. É divertida, é pra rir, é pra dançar. É Neu, rapeize. Vem que tem!

*

Desperados Party Machine @ Cemitério de Trens

A gente até começou a gostar mais da cerveja com tequila quando ela nos convidou pra essa rapioca que junta duas das festas que a gente mais gosta, aka Recalque e A$$ num lugar bacaníssimo de São Paulo. Tá tudo tão legal que a gente até relevou que no meio disso eles colocaram a bobagem do Skins Under Party no meio. Mas tudo bem, a ideia e o convite é irrestistível. A gente vai, vai levar animação em dobro. Se você conseguiu convite, cola com a gente e vem ser feliz!

DOMINGO

Laço @ Casa das Caldeiras

Eventinhos daqueles que a gente gos-ta: música, arte, comida, comprinhas pra encerrar o fim de semana maratonista boatista de dar orgulho. Tudo isso na Casa das Caldeiras, que a gente ama, né? Vem.

*

Metanol @ Centro Cultural São Paulo

Desta vez a festa itinerante toma o jardim suspenso do CCSP. Quem já visitou o espaço sabe que festa lá é delícia. Junte a isso uma edição da feira gastronômica O Mercado no andar de baixo, pronto. Seu domingo tá feito. Há tempos um fim de semana não vem boatista como esse. Aproveite até o talo.





(Source: zakmilofsky)

| 5 notes
DISK-BAFON

Adorei &#8220;A dancefloor&#8221;, vou usar desde já!!! Hahahahahahahah!!! Finalmente um meme clubber à altura de &#8220;festa rave&#8221;. Vejo vocês na dancefloor, bjsssss

O que vocês andam usando, audiência lindsen? Depois vem os irmão aqui reclamar que vocês estão tudo benloco ~na dancefloor~ e aí já viu. Parem com essas com essas coisas de &#8220;meme clubber&#8221;, gents&#8230; e pelamor, não batizem festas com eles!!!
*

Estive na Javali ontem e quem deu as caras lá foi o André Almada, que também divulgou a festa no site dele&#8230; Acho que a festa está indo de vez para o lado negro da força.

Bom, a pergunta é&#8230; o que você estava fazendo por lá, hein?! Venha para a luz, Caroline! Tanta coisa melhor pra fazer, néam?
*

Lindras, tudo bom? Venho por meio desta formalizar a minha reclamação em relação as atualizações do final de semana. Na última sexta, entrei à tarde e não tinha nada. Assim não pode, assim não dá&#8230;

Hahaha&#8230; aiaiai, vocês ainda matam a gente. Por favor, fofo&#8230; aceite nossos sinceros pedidos de desculpas pelos recentes atrasos nas apostas. É que a gente anda muito ocupado contando os milhões de dólares que recebemos mensalmente pra escrever o BoatismOH WAIT! 

Pois é, amiguinhos&#8230; a gente entende a &#8220;cobrança&#8221;, mas o preço do Boatismo ser, digamos 99,9% ad-free é que ele é feito com o coração, e nos nosso tempo livre. E as vezes esse tempo não é tão grande quanto a gente gostaria. E convenhamos, mesmo assim a gente rala, de graça e entrega. Um pouco mais de amor, vai?
Caso contrário a gente aperta o botãzinho de &#8220;delete&#8221; do tumbler e&#8230; plim! Vocês voltam a depender do ObaOba pra saber o que rola na noitch paulistana. Ou vão ter que perguntar pra Judite do financeiro ou pra Juju da Redação ou pro [insira um apelido ridículo aqui] do D.A. E ninguém quer isso, néam?
De qualquer modo, a gente promete se dedicar um pouquiiiiiiinho mais e nesta sexta mesmo, se tudo der certo, as apostas entram depois do almoço, okein? Só não fiquem mal acostumados. Acidentes, atrasos (e ressacas moooonstras de festas de quinta) acontecem. ;) 

DISK-BAFON

Adorei “A dancefloor”, vou usar desde já!!! Hahahahahahahah!!! Finalmente um meme clubber à altura de “festa rave”. Vejo vocês na dancefloor, bjsssss

O que vocês andam usando, audiência lindsen? Depois vem os irmão aqui reclamar que vocês estão tudo benloco ~na dancefloor~ e aí já viu. Parem com essas com essas coisas de “meme clubber”, gents… e pelamor, não batizem festas com eles!!!

*

Estive na Javali ontem e quem deu as caras lá foi o André Almada, que também divulgou a festa no site dele… Acho que a festa está indo de vez para o lado negro da força.

Bom, a pergunta é… o que você estava fazendo por lá, hein?! Venha para a luz, Caroline! Tanta coisa melhor pra fazer, néam?

*

Lindras, tudo bom? Venho por meio desta formalizar a minha reclamação em relação as atualizações do final de semana. Na última sexta, entrei à tarde e não tinha nada. Assim não pode, assim não dá…

Hahaha… aiaiai, vocês ainda matam a gente. Por favor, fofo… aceite nossos sinceros pedidos de desculpas pelos recentes atrasos nas apostas. É que a gente anda muito ocupado contando os milhões de dólares que recebemos mensalmente pra escrever o BoatismOH WAIT! 

Pois é, amiguinhos… a gente entende a “cobrança”, mas o preço do Boatismo ser, digamos 99,9% ad-free é que ele é feito com o coração, e nos nosso tempo livre. E as vezes esse tempo não é tão grande quanto a gente gostaria. E convenhamos, mesmo assim a gente rala, de graça e entrega. Um pouco mais de amor, vai?

Caso contrário a gente aperta o botãzinho de “delete” do tumbler e… plim! Vocês voltam a depender do ObaOba pra saber o que rola na noitch paulistana. Ou vão ter que perguntar pra Judite do financeiro ou pra Juju da Redação ou pro [insira um apelido ridículo aqui] do D.A. E ninguém quer isso, néam?

De qualquer modo, a gente promete se dedicar um pouquiiiiiiinho mais e nesta sexta mesmo, se tudo der certo, as apostas entram depois do almoço, okein? Só não fiquem mal acostumados. Acidentes, atrasos (e ressacas moooonstras de festas de quinta) acontecem. ;) 

| 1 note

JÁ É SEGUNDA-FEIRA DE NOVO?!

Faça um teste. Olhe pra fora: se estiver trânsito, se houver barulho de britadeira, se você vir dezenas de estudantes uniformizados infestando as ruas… não duvide. A segunda-feira chegou.

A segunda mais segunda do ano está entre nós, mas por aqui a gente só não se enforcou com o fio do telefone porque… bom, naonde que telefone tem fio em 2014, néam? E também porque a semana termina com esse tio aí da mixtape de cima e a gente aqui tá contando com milésimos pra chegar lá. 

Enquanto o finde está longe, nos restam as lembranças, os bafons, a ressaca moral (a quem possa interessar). 

Relaxe, confie no seu Giorgio e acalme-se: só estamos começando.

| 1 note
FIM DE SEMANA CREMOSO

É isso aí, putada! Chegou! Chegou de fila, chegou de chefe, chegou de refação, chegou de choppinho na agência pra te convencerem a trabalhar mais na sexta (e você jurando que o teu chefe era legal, né?). Pega a sua blusa, pega sua bolsa, pega sua echarpe, dê uma última olhada para este lugar que te sugou a semana toda e caia fora IMEDIATAMENTE!
O FIM DE SEMANA CHEGOU!
E como não poderia deixar de ser, a gente aqui separou o que há de mais suculento, cremoso e perrengue-free na cidade. Porque vocês, amorecos, merecem mais. Muito mais. O melhor. A gente ama vocês! Sry, bateu…
Chega de papinho, amizadch, vamos pras apostas do findeaeeeeeeê!!!!

SEXTA 

Savages @ Caos Augusta
A festa já apareceu por aqui, demos aquela dicona pra um nome mais ~original~ mas né&#8230; Enquanto isso, nos contaram que o clubinho mais cheio de cacareco da Augusta tá ficando lotado de gente interessante. Então a gente aposta e vai conferir qual é da festa que “celebra o velho rock, mas com passagem livre para o que mais couber numa pista para dança”. (a.k.a. o DJ pode tocar qualquer coisa).

*

Hot Pente @ Anexo B
Yo! A festa promete MUITO hip hop, mas com aquela pitada de pop que o público do sempre work in progress Anexo B curte. O projeto é daqueles com alma, com originalidade e que come quieto, do jeito que a gente gosta. A gente arrisca. E você?

*

Bonobo @ D-Edge
Olha, se tem um lugar que a gente queria estar hoje é bem pertinho das caixas de som desse set maravilhoso que vai rolar na casa mítica. Mas imaginar que nossa noite possa ser completamente arruinada pelo público horroroso, mal educado e sem qualquer noção que lota os muitos ambientes da casa desmotiva até os mais entusiastas. Se você já tem o seu ingresso, força no pensamento positivo. O som tá garantido, proteja-se do resto e vai que dá!

SÁBADO

Jardim Secreto @ Casinha
Aquela receitinha que a gente ama: comprinhas, comidinhas e musiquinha, tudo de tarde, pra começar o dia do jeito certo e sobrar energias pra noite. Corre pra vila que a good vibera tá garantida.

*
Pracinha @ Neu
Não aceite imitações! A primeira e única é cativa em nossos corações e é sempre motivo de animação pros boatistas da casa. A gente anima nos hits memória afetiva e não saímos da pista (a não ser que nos chamem prum rolezim na laje). 

*

Mironga @ Jongo Reverendo
O tambor bate mais forte na Jongo com todo o talento de Leandro Pardi no comando da Mironga que já foi usada, abusada e aprovada pelo staff do Boatismo. Coloque sua brasilidade em dia e rebole como nunca neste sábado, galere!

*

Caldo @ Casa das Caldeiras
Uma sopa de estilos te espera na Pompéia na festança que começa hoje e só termina amanhã de noite! Não falta o que fazer na Casa das Caldeiras quando todos os projetos do Tododomingo se juntam. Bora conferir e prestigiar que o lance é firmeza e a gente curte.

*

Plastika Lançamento CD da Iggy Azalea @ Hot Hot


*

Fatnotronic @ Beats Lounge
Tem Gorky? A gente tá lá. É de graça? Vamos de galera.

*

Cio &amp; Hell’s Club @ Factory
A aula clubber acontece na parte de dentro da Factory no pós-Fatnotronic com dois dos projetos que ajudaram a moldar o que hoje nós chamamos de noite. Venha prestar homenagem aqueles que fizeram e aconteceram (e continuam acontecendo).

DOMINGO

Ring @ 00
O clube, que é famoso por suas noites de domingo na filial carioca, resolveu se mexer e fazer algo em São Paulo. A casa é uma grande incógnita, não entendemos muito bem a proposta (é bar? Balada? Restaurante?) e quando tudo fica incerto, a gente foge por que é cilada. Anyway, na última semana estreou a festa O Chamado Ring com um discurso que a gente não comprou muito não. Mas como faltam opções nos nossos domingos, quem estiver disposto a pagar consumação mínima –em um dia morto, numa festa nova– vai lá e depois conta pra gente.

FIM DE SEMANA CREMOSO

É isso aí, putada! Chegou! Chegou de fila, chegou de chefe, chegou de refação, chegou de choppinho na agência pra te convencerem a trabalhar mais na sexta (e você jurando que o teu chefe era legal, né?). Pega a sua blusa, pega sua bolsa, pega sua echarpe, dê uma última olhada para este lugar que te sugou a semana toda e caia fora IMEDIATAMENTE!

O FIM DE SEMANA CHEGOU!

E como não poderia deixar de ser, a gente aqui separou o que há de mais suculento, cremoso e perrengue-free na cidade. Porque vocês, amorecos, merecem mais. Muito mais. O melhor. A gente ama vocês! Sry, bateu…

Chega de papinho, amizadch, vamos pras apostas do findeaeeeeeeê!!!!

SEXTA

Savages @ Caos Augusta

A festa já apareceu por aqui, demos aquela dicona pra um nome mais ~original~ mas né… Enquanto isso, nos contaram que o clubinho mais cheio de cacareco da Augusta tá ficando lotado de gente interessante. Então a gente aposta e vai conferir qual é da festa que “celebra o velho rock, mas com passagem livre para o que mais couber numa pista para dança”. (a.k.a. o DJ pode tocar qualquer coisa).

*

Hot Pente @ Anexo B

Yo! A festa promete MUITO hip hop, mas com aquela pitada de pop que o público do sempre work in progress Anexo B curte. O projeto é daqueles com alma, com originalidade e que come quieto, do jeito que a gente gosta. A gente arrisca. E você?

*

Bonobo @ D-Edge

Olha, se tem um lugar que a gente queria estar hoje é bem pertinho das caixas de som desse set maravilhoso que vai rolar na casa mítica. Mas imaginar que nossa noite possa ser completamente arruinada pelo público horroroso, mal educado e sem qualquer noção que lota os muitos ambientes da casa desmotiva até os mais entusiastas. Se você já tem o seu ingresso, força no pensamento positivo. O som tá garantido, proteja-se do resto e vai que dá!

SÁBADO

Jardim Secreto @ Casinha

Aquela receitinha que a gente ama: comprinhas, comidinhas e musiquinha, tudo de tarde, pra começar o dia do jeito certo e sobrar energias pra noite. Corre pra vila que a good vibera tá garantida.

*

Pracinha @ Neu

Não aceite imitações! A primeira e única é cativa em nossos corações e é sempre motivo de animação pros boatistas da casa. A gente anima nos hits memória afetiva e não saímos da pista (a não ser que nos chamem prum rolezim na laje).

*

Mironga @ Jongo Reverendo

O tambor bate mais forte na Jongo com todo o talento de Leandro Pardi no comando da Mironga que já foi usada, abusada e aprovada pelo staff do Boatismo. Coloque sua brasilidade em dia e rebole como nunca neste sábado, galere!

*

Caldo @ Casa das Caldeiras

Uma sopa de estilos te espera na Pompéia na festança que começa hoje e só termina amanhã de noite! Não falta o que fazer na Casa das Caldeiras quando todos os projetos do Tododomingo se juntam. Bora conferir e prestigiar que o lance é firmeza e a gente curte.

*

Plastika Lançamento CD da Iggy Azalea @ Hot Hot

*

Fatnotronic @ Beats Lounge

Tem Gorky? A gente tá lá. É de graça? Vamos de galera.

*

Cio & Hell’s Club @ Factory

A aula clubber acontece na parte de dentro da Factory no pós-Fatnotronic com dois dos projetos que ajudaram a moldar o que hoje nós chamamos de noite. Venha prestar homenagem aqueles que fizeram e aconteceram (e continuam acontecendo).

DOMINGO



Ring @ 00

O clube, que é famoso por suas noites de domingo na filial carioca, resolveu se mexer e fazer algo em São Paulo. A casa é uma grande incógnita, não entendemos muito bem a proposta (é bar? Balada? Restaurante?) e quando tudo fica incerto, a gente foge por que é cilada. Anyway, na última semana estreou a festa O Chamado Ring com um discurso que a gente não comprou muito não. Mas como faltam opções nos nossos domingos, quem estiver disposto a pagar consumação mínima –em um dia morto, numa festa nova– vai lá e depois conta pra gente.

(Source: moonspillingin, via automaticamore)

| 16,385 notes
DISK-BAFON


Só quero dizer pra esse povo que vai para balada da *** e das bombadas que a DANCEFLOOR não foi feita para se drogar, já basta o ser humano ser frio e gostar de se sobrepor ao outro, vocês ainda vão para night, se drogam e colocam um óculos de sol como se tivessem abalando. Meus pêsames!


Nossa, o irmão só faltou chamar de “usuários”, néam? Olha, a gente aqui não gosta dessa caretice de ficar julgando os hábitos dos outros a menos que isso esteja realmente atrapalhando o bom funcionamento da ~dancefloor~. Nesse caso a gente pergunta: o pessoal anda cheirando na suas costas? Baforando marofa na sua cara? A gente duvida muito porque apesar de deslumbrada pacas, a ceninha paulistana ainda sabe manter as aparências e não faltam dedos pra apontar os “drogados”. Hipocrisia é tão triste quanto quem usa qualquer artífício para dar significado à propria existência, seja um vip, uma camisa da Burberry ou uma cupido. Aqui a gente é educado e não se mete na vida dos outros. Faça o mesmo, amigue. Cuide da sua e a boate vai melhorar pencas. ;)

Ah, PS: o *** é pq o fofo que mandou a mensagem ainda faz questão de ser X9 e acusar (sem provas). E a gente não vai repassar essa baboseira, ok?

*


E quando você já cansou das festas pop cheias de novinhos (dsclp, mundo) e seus amigos nunca topam um rolê diferente? Tem algum lugar que é mais tranquilo para ir sozinho e pessoal não fica fazendo carão à la Secreto?

Mas, gent… o que são nossas apostas aqui todos os findes senão uma seleção do melhor da fuga da mesmice e do carão?! Tsc, tsc, tsc… está fazendo errado, amigue! Volta amanhã que a gente promete uma lista de coisa bacana pra fazer (spoiler alert: o Secreto nem entra).

DISK-BAFON

Só quero dizer pra esse povo que vai para balada da *** e das bombadas que a DANCEFLOOR não foi feita para se drogar, já basta o ser humano ser frio e gostar de se sobrepor ao outro, vocês ainda vão para night, se drogam e colocam um óculos de sol como se tivessem abalando. Meus pêsames!

Nossa, o irmão só faltou chamar de “usuários”, néam? Olha, a gente aqui não gosta dessa caretice de ficar julgando os hábitos dos outros a menos que isso esteja realmente atrapalhando o bom funcionamento da ~dancefloor~. Nesse caso a gente pergunta: o pessoal anda cheirando na suas costas? Baforando marofa na sua cara? A gente duvida muito porque apesar de deslumbrada pacas, a ceninha paulistana ainda sabe manter as aparências e não faltam dedos pra apontar os “drogados”. Hipocrisia é tão triste quanto quem usa qualquer artífício para dar significado à propria existência, seja um vip, uma camisa da Burberry ou uma cupido. Aqui a gente é educado e não se mete na vida dos outros. Faça o mesmo, amigue. Cuide da sua e a boate vai melhorar pencas. ;)

Ah, PS: o *** é pq o fofo que mandou a mensagem ainda faz questão de ser X9 e acusar (sem provas). E a gente não vai repassar essa baboseira, ok?

*

E quando você já cansou das festas pop cheias de novinhos (dsclp, mundo) e seus amigos nunca topam um rolê diferente? Tem algum lugar que é mais tranquilo para ir sozinho e pessoal não fica fazendo carão à la Secreto?

Mas, gent… o que são nossas apostas aqui todos os findes senão uma seleção do melhor da fuga da mesmice e do carão?! Tsc, tsc, tsc… está fazendo errado, amigue! Volta amanhã que a gente promete uma lista de coisa bacana pra fazer (spoiler alert: o Secreto nem entra).







(Source: eggsackley)

| 215 notes